Estrela de “Toma Lá Dá Cá” ficou afundada em dívidas, recusou tratamento, e morreu de câncer


"Toma Lá Dá Cá", série divertidíssima da Globo, sofreu uma perda irreparável (Foto Reprodução/Internet)
Toma Lá Dá Cá, série divertidíssima da Globo, sofreu uma perda irreparável (Foto Reprodução/Internet)

Estrela de “Toma Lá Dá Cá” se recusou a tratar doença e acabou morrendo

Um seriado que marcou a vida de muitos brasileiros, foi o “Toma Lá da Cá”, em um formato de “Sitcom”, ela divertiu os lares do Brasil com seus personagens icônicos. Entre o elenco estavam os veteranos talentosíssimos;  Miguel Falabella, Adriana Esteves, Marisa Orth e Diogo Vilela. Porém não foi apenas o protagonismo que roubou a cena, alguns coadjuvantes também marcaram a história como Alessandra Maestrini, Stella Miranda e Ítalo Rossi.

Norma Bengell como "Deise Coturno" em "Toma Lá Dá Cá" (Foto Reprodução/Internet)
Norma Bengell como “Deise Coturno” em “Toma Lá Dá Cá” (Foto Reprodução/Internet)

Mas não podemos esquecer também da Norma Bengell, inclusive a série foi o seu último trabalho na televisão. Ao longo dos anos de carreira, a atriz interpretou personagens em novelas e outros programas, ela iniciou como vedete, e foi musa entre as décadas de 50 e 70.

Depois de muitos trabalhos no teatro e no cinema, a atriz estreou na novela “A Sombra de Rebecca” de 1967. Ela voltou ao segmento em 1981 participando de “Os Adolescentes” e “Os Imigrantes”. Foi no fim da vida, que a atriz recebeu o convite para ingressar em “Toma Lá Dá Cá” entre os anos de 2008 a 2009.

Norma Bengell foi considerada uma musa entre as décadas de 50 e 60 (Foto Reprodução/Blogger)
Norma Bengell foi considerada uma musa entre as décadas de 50 e 60 (Foto Reprodução/Blogger)

Endividada e doente

Norma Bengell se envolveu em uma polêmica nos anos 90 ao dirigir o filme “O Guarani”, e por conta disso precisou prestar contas aos órgãos fiscalizadores e chegou a ser indiciada por lavagem de dinheiro, evasão de dividas e apropriação indébita. Passando por dificuldades financeiras e com uma dívida próxima de 4 milhões, a melhor solução seria morar no “Retiro dos Artistas” como sugeriram seus amigos.

Porém, ela se recusou a ir morar no “Retiro dos Artistas”, em entrevista ao Jornal “O Globo” em 2011, a atriz disparou: “Não vou. Não quero sair daqui. Moro nesta casa há quase dez anos”.

Vale destacar, que Norma acompanhou também a sofrida batalha da sua companheira, a produtora Sônia Nercessian, contra a mesma doença. Por conta disso, ao ser diagnosticada com o câncer, ela preferiu não fazer o tratamento de quimioterapia.

Norma e Sônia Nercessian (Foto Reprodução/Internet)
Norma Bengell e Sônia Nercessian (Foto Reprodução/Internet)

Em 2009, a famosa se isolou e passou a sofrer bastante, com quedas em casa. Um amigo que acompanhou de perto a luta da artista acabou relatando todo o sofrimento que ela passou nessa reta final:

“Ela estava deprimida desde a morte da Sônia, que era seu esteio. As pessoas falam que seu grande amor foi (o ator italiano) Gabriele Tinti (seu marido), e se esquecem da Sônia. Norma tinha uma vida difícil, sem dinheiro” -Declarou o cineasta Silvio Tendler.

Norma nos deixou em 9 de outubro de 2013 aos 78 anos, após ser internada no Hospital Rio Laranjeiras com falta de ar. Seu corpo foi velado no Cemitério São Batista e cremado no dia seguinte com a presença intimista de apenas 15 pessoas.

Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....