Estrela do SBT não aceitou condições para gravar e só voltou a trabalhar após receber intimação da justiça


Jussara Freire foi obrigada a gravar produção no SBT. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)
Jussara Freire foi obrigada a gravar produção no SBT. (Foto: reprodução/Montagem/Fatos da TV)

Atriz Jussara Freire se recusou a gravar produção do SBT e causou confusão

Durante os anos 90, a atriz Jussara Freire passou por uma situação difícil nos bastidores do SBT. Após ter feito sucesso em “Pantanal” (1990) e outras produções importantes da época, ela foi intimada pela emissora de Silvio Santos para participar de teleteatros.

O objetivo do Dono do Baú era resgatar o formato que fez sucesso na televisão brasileira nos anos 60, produzindo peças adaptadas de textos antigos de Marissa Garrido, escritos há mais de 20 anos. Embora a emissora tenha produzido vários teleteatros, os atores não gostavam muito do formato e criticavam os textos pobres e cheios de irregularidades.

Alguns artistas, incluindo Jussara Freire, recusaram-se a participar das produções, no entanto, um oficial de justiça apareceu em sua porta exigindo que ela comparecesse ao trabalho.

Jussara Freire já foi estrela do SBT. (Foto: reprodução/TV Gazeta)
Jussara Freire já foi estrela do SBT. (Foto: reprodução/TV Gazeta)

Atriz só voltou ao trabalho após receber intimação da justiça

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo em 2005, a atriz desabafou a situação que enfrentou na emissora: “Nunca passei tanta vergonha em 31 anos de carreira, em todos os sentidos. O SBT tinha um elenco maravilhoso na época: Joana Fomm, Irene Ravache… Mas fomos obrigados a encenar textos sem nexo, mal traduzidos e absurdos”.

Marília Pêra também enfrentou uma situação semelhante na época e ficou um ano sem trabalhar no SBT. Silvio Santos decidiu não pagar mais salários sem trabalho e, por isso, o advogado Salvador Regina convenceu vários artistas a voltarem para suas funções, caso contrário, teriam que pagar uma multa de R$ 500 mil.

Jussara Freire ficou bastante conhecida por seu trabalho como Filó em “Pantanal”, na primeira versão exibida pela Manchete. Recentemente, a veterana voltou a trabalhar na Globo, participando de produções como “A Dona do Pedaço” (2019) e “Quanto Mais Vida, Melhor!” (2021).