Estrela com doença terminal fez último pedido a Globo, mas emissora negou por temer o pior


Janete Clair fez último pedido a Globo antes de partir. (Foto: Montagem/Reprodução/Fatos da TV)
Janete Clair fez último pedido a Globo antes de partir. (Foto: Montagem/Reprodução/Fatos da TV)

Doente, Janete Clair fez último pedido a Globo antes de partir

Considerada a maior autora de novelas da televisão brasileira, Janete Clair emplacou diversos folhetins de sucesso na Globo ao longo de muitos anos. Em 1983, lançou Eu Prometo, seu último trabalho, mas que foi exibido em um horário peculiar, às 22h, devido a um motivo específico.

Na época, Janete lutava contra um câncer no intestino já em estado avançado e sabia que aquela seria sua última novela. Queria, então, se despedir em grande estilo, pedindo à Globo que a exibisse no horário das 20h, que a consagrou com folhetins clássicos, como Pai Herói, Selva de Pedra, Pecado Capital e Irmãos Coragem.

Porém, a emissora estava ciente da saúde delicada da autora e temia que ela não pudesse se dedicar integralmente à trama até o final, principalmente pela pressão por audiência no horário das 20h. Por isso, negou o pedido de Janete e decidiu exibir Eu Prometo no horário das 22h.

Autora Janete Clair. (Foto: reprodução)
Autora Janete Clair. (Foto: reprodução)

Janete Clair precisou se afastar da novela

Para auxiliar Janete na escrita, a Globo escalou a novata Glória Perez. Embora o folhetim não tenha alcançado o mesmo sucesso de outras obras escritas pela autora, a emissora decidiu resgatar a faixa das 22h apenas para exibi-lo, em uma homenagem à sua principal autora.

Janete faleceu antes de concluir a história, no dia 16 de novembro de 1983, aos 58 anos. Glória assumiu a novela a partir do capítulo 61, tendo a supervisão de texto do marido da autora, Dias Gomes. “Ditava o capítulo que cabia a ela e eu apenas anotava. Ela sabia que estava morrendo (…) Como nos encontrávamos todos os dias, fui acompanhando passo a passo aquele piorar. Quando Janete achou que não chegaria ao fim da novela, ela me deu instruções de como queria que a história terminasse (…) todos os desfechos”, declarou a novelista.

No último capítulo de Eu Prometo, que teve 103 episódios, a Globo prestou uma justa homenagem a Janete Clair, mostrando imagens da autora ao som da música Eternamente, de Gal Costa, e exibindo uma frase escrita por ela: “Eu gostaria que o ser humano acreditasse que existe uma força capaz de mudar sua vida. É bom confiar em si mesmo e esperar um novo amanhecer”.