Ex-apresentador da Globo aos 81 anos interrompe sua aposentadoria e retorna às pressas para emissora: “Foram se habituando”


Logo da Globo (Foto: Reprodução)

Apresentador quebrou aposentadoria para voltar a Globo por motivo especial

Há um famoso apresentador da Globo que já está aposentado, mas que quebrou essa aposentadoria por um bom motivo. Estou falando de Sergio Chapelin que foi um grande personagem da história do Globo Repórter e pelo fato do programa estar completando 50 anos ele foi convidado do Fantástico.

Renata Ceribelli entrevistou Sergio. “Chapelin, você até pode passar desapercebido pela rua, mas na hora que você fala as pessoas já pensam: opa, o Globo Repórter tá aí?”, perguntou a repórter logo no início da reportagem.

“É, realmente é assim. Isso me cria muito problema. Porque, por exemplo, eu saio com a minha mulher, saio, bota o meu bonezinho, e saio caminhando. A minha mulher fala assim: não abre a boca! (risos) Não abre a boca!”, brincou Sergio que simplesmente ficou 37 dos cinquenta anos do Globo Repórter.

Outros apresentadores do programa foram Celso Freitas, Eliaklim Araújo, Gloria Maria e então Sandra Annenberg.

“Nesses 37 anos, as pessoas foram se habituando com a minha voz — e mais quase 20 de “Jornal Nacional”, né? Também era aquela coisa: “boa noite”. Muitos lugares eu chegava — “Ah, dá um boa noite pra gente” — que eu dividia com o Cidão lá, né?”, relembrou o apresentador.

Sergio Chapelin e Renata Ceribelli para o Fantástico (Foto: Reprodução)

Uma das perguntas para o eterno apresentador do Globo Repórter foi sobre o aprendizado que o programa causou:

“Olha, eu não aprendi a fazer outra coisa. Então, a única coisa que eu aprendi na vida foi a ler um texto, né? Minha mãe (se emociona), minha mãe me ensinou a ler o primeiro”, disse.

O especial sobre os 50 anos do Globo Repórter terão 5 programas especiais. Outros nomes como o da própria Sandra Annenberg e mesmo de Ernesto Paglia serão entrevistados.