Ex-atriz da Globo disse que foi esquecida após atuar na Record: “Pensam que eu Morri”


Ex-atriz da Globo (Foto: Reprodução, Globo(
Ex-atriz da Globo (Foto: Reprodução, Globo(

Uma veterana renomada da Tv brasileira, reclamou ter sido esquecida, após trocar a Globo pela Record

Afastada das telinhas já há um bom tempo, Íris Bruzzi teve algumas passagens de sucesso pela sua carreira como atriz. Após fazer muito sucesso como vedete nos anos 50, ela  despontou nas telonas do cinema. A sua estreia na teledramaturgia foi em 66 em “Almas de Pedra” dali em diante ela fez inúmeros trabalhos, mas sempre passando por períodos sabáticos.

Na Globo, ela estreou em “Pigmalião 70” na década de 70. Alguns de seus principais papeis de destaque foram vividos em “Selva de Pedra” interpretando uma ex vedete “Arlinda”, e “Vale Tudo” aonde deu vida à Eunice Meireles.

Íris Bruzzi quando mais jovem, era praticamente um sex symbol, e tinha um posicionamento irreverente e libertário (Foto Reprodução/Universo Retrô)
Íris Bruzzi ,quando mais jovem, era considerada um sex symbol, e tinha um posicionamento irreverente e libertário (Foto Reprodução/Universo Retrô)

Após isso, ela ressurgiu na Globo em 1998 com o remake de “Pecado Capital” e em 2005 voltou a ter destaque com o papel de “Gilda Guevara” em “Belíssima”

A troca de emissoras

A atriz decidiu trocar a Globo pela Record no ano de 2006, atuando em “Vidas Opostas”, “Chamas da Vida”, “Ribeirão do Tempo”, “Balacobaco”, e “Pecado Mortal” que foi sua última novela até então.

Íris Bruzzi em "Belíssima" (Foto Reprodução/Globo)
Íris Bruzzi em “Belíssima” novela da Globo de 2005 (Foto Reprodução/Globo)

Contudo, vale destacar, que sua passagem pela Record foi um tanto turbulenta, isso porque Íris Bruzzi decidiu processar a emissora com uma ação trabalhista, por ter sido contratada como PJ (Pessoa Jurídica), recebendo assim, uma indenização na bagatela de 1 milhão de reais. No enatnto, ela ainda disparou o verbo contra a emissora do Edir Macedo em uma entrevista ao canal da Antonia Fontenelle pelo Youtube:

“Eu fiz coisas lindas, se fosse na Globo, eu teria ganhado prêmios. Eu fui a uma festa e de repente apareceu uma senhorinha fofa que disse: “Você está linda, eu pensei que estava morta”. Na Record a gente desponta para o anonimato. As pessoas pensam que a gente morreu, mas eu estou vivíssima” – Revelou ela na época

Íris Bruzzi, reclamou de ter sido esquecida após ter trocado a Globo pela Record (Foto Reprodução/Montagem/Fatos da Tv)
Íris Bruzzi, reclamou de ter sido esquecida após ter trocado a Globo pela Record (Foto Reprodução/Montagem/Fatos da Tv)

Atriz se sentiu humilhada

Na época em que foi dispensada ela entrou em desespero:

“Tinha minha vida, minhas contas para pagar. Tive que entregar meu apartamento, vender minhas coisas e vir morar com o meu filho nos Estados Unidos. Eu chorava, me senti muito humilhada” – Relatou Íris Bruzzi.

Contudo, em sua vida pessoal, ela foi casada com Walter Pinto em 1954 e viveu com ele até 64. Porém, com Nelson Caruso em 1970 a 73, e com o ator Jorge Dória nos anos 80.

Além disso, falando nele, na ocasião, Íris relembrou a vida que levava ao lado dele, que morreu em 2013:

“Era a pessoa mais miserável do mundo. Viveu oito anos às minhas custas. Morava numa cobertura em Ipanema e ouvia: “É bom né, ser casada com veião, a vida mansa, paga tudo”. Mas ele nunca botou a mão no bolso” – Desabafou ela por fim.

No entanto, em 2020 ela fez mais duas participações especiais em “Treme-Treme” do Multishow. Além disso,  “Shipados” da plataforma de streaming da Globo, a Globoplay.

a ex vedete e Fontenelle (Foto Reprodução/Youtube)
Íris Bruzzi, e Fontenelle (Foto Reprodução/Youtube)