Edição do BBB foi marcada por recado sobrenatural macabro e cena aterrorizou o país: “Quem tá chamando?”


O confinamento do Big Brother Brasil, o BBB, já foi marcado por evento sobrenatural macabro e muitos não fazem ideia disso até hoje … 

Já estamos em janeiro de 2023 e, com certeza, muitos estão ansiosos para o inicio do reality show mais famoso do Brasil, o BBB. Exibido há mais de 20 anos, o reality já foi responsável por nos proporcionar momentos memoráveis e até mesmo render alguns “memes” na Internet.

Porém, não são apenas momentos divertidos que marcaram as edições. Muitas pessoas não devem saber e algumas nem lembram, mas a segunda edição do programa foi marcada por um fato macabro e sobrenatural.

Cida Moraes, do BBB 2 (Foto Reprodução/Gshow)
Cida Moraes, do BBB 2 (Foto Reprodução/Gshow)

O estranho fato aconteceu entre maio e julho de 2002, quando a participante Cida Moraes, ouviu  a voz de alguém a chamando:

“Ué, eu ouvi meu nome. Cida? Onde? Quem tá chamando? É na casa?” – Perguntou ela

A participante do BBB começou a procurar quem falava, mas não havia absolutamente ninguém próximo a ela. Thaís, que estava passando, fingiu que era ela quem chamava, então a participante se tranquilizou: “Ainda bem, parecia a voz da minha irmã” – Respondeu Cida

O detalhe é que a irmã de Cida havia morrido uma hora antes do ocorrido, visto que eles estavam confinados, ninguém tomou conhecimento do ocorrido, nem mesmo Cida.

Cena de Cida ouvindo a voz da irmã durante o confinamento do BBB (Foto Reprodução/Globo)
Cena de Cida ouvindo a voz da irmã durante o confinamento do BBB (Foto Reprodução/Globo)

Glória Maria Junqueira de Moraes  faleceu devido a um edema pulmonar, morrendo aos seus 40 anos. A irmã de Cida  estava internada na UTI da Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro (RJ). Um dia antes, o apresentador Pedro Bial, que era o apresentador na época, mandou o recado para a participante que caiu em lágrimas.

Contudo, quando a produção do BBB avisou da morte da irmã, Cida decidiu continuar na atração: “Ela está aprovando a minha estada aqui. Sempre foi vencedora, me espelhei nela. É um desafio poder ficar”– Disse ela justificando sua permanência na casa

“Acho que todo mundo é sensitivo, desde que desenvolva esse lado”. Depois do ocorrido, Cida disse à Bial, que realmente ouviu seu nome ser chamado várias vezes. “Alguém estava me chamando, precisando de mim”– Explicou

Veja o momento:

Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....