Famosa teve seu último pedido negado pela Globo e obrigou emissora a abrir horário extra de novelas


Janete Clair fez último pedido a Globo antes de partir. (Foto: Montagem/Reprodução/Fatos da TV)
Janete Clair fez último pedido a Globo antes de partir. (Foto: Montagem/Reprodução/Fatos da TV)

Janete Clair fez último pedido a Globo para exibição de novela, mas não foi atendida

Uma das escritoras mais renomadas de novelas do Brasil, Janete Clair, conseguiu êxito com diversas obras na Globo ao longo de muitos anos. Seu último trabalho, intitulado “Eu Prometo”, foi lançado em 1983, porém foi exibido em um horário diferente do habitual, às 22h, por uma razão específica.

Naquela época, Janete estava enfrentando um câncer intestinal avançado e sabia que esta seria sua última novela. Ela queria sair em grande estilo e, por isso, solicitou à Globo que transmitisse a novela no horário nobre das 20h, horário em que obteve grande sucesso com outras obras como “Pai Herói”, “Selva de Pedra”, “Pecado Capital” e “Irmãos Coragem”.

No entanto, a emissora estava ciente da condição de saúde delicada da autora e temia que ela não pudesse se dedicar integralmente à trama até o final, principalmente diante da pressão por audiência no horário das 20h. Por isso, a Globo negou o pedido de Janete e decidiu transmitir “Eu Prometo” às 22h.

Autora Janete Clair. (Foto: reprodução)
Autora Janete Clair. (Foto: reprodução)

Autora não conseguiu concluir a novela

Para ajudar Janete a escrever a novela, a Globo chamou a novata Glória Perez. Apesar de a obra não ter obtido o mesmo sucesso que outras escritas pela autora, a emissora decidiu recuperar a faixa das 22h somente para exibi-la em uma homenagem à principal escritora.

Janete faleceu antes de concluir a novela, em 16 de novembro de 1983, aos 58 anos. A partir do capítulo 61, Glória assumiu a trama, com a supervisão do marido da autora, Dias Gomes. “Ela dava o capítulo que lhe cabia e eu apenas anotava. Ela sabia que estava morrendo (…) Como nos encontrávamos diariamente, acompanhei passo a passo aquele agravamento. Quando Janete viu que não conseguiria concluir a novela, ela me deu instruções sobre como gostaria que a história terminasse (…) todos os desfechos”, relatou a novelista.

No episódio final de “Eu Prometo”, que contou com 103 capítulos, a Globo prestou uma justa homenagem a Janete Clair, exibindo imagens da autora ao som da música “Eternamente”, interpretada por Gal Costa, e mostrando uma frase escrita por ela: “Eu gostaria que o ser humano acreditasse que existe uma força capaz de mudar sua vida. É bom confiar em si mesmo e esperar um novo amanhecer”.