Famoso jornalista de fofocas sofre a anos com doença rara


Famoso jornalista de fofocas sofre a anos com doença rara (Foto: Reprodução)

Famoso por fazer parte de um dos maiores programas de fofoca brasileiro, esse jornalista sofre a anos com uma doença rara

Décio Lineo Piccinini é um jornalista e apresentador brasileiro. Paralelamente a seu trabalho em redações de revistas, jornais e de jornalismo radiofônico.

Décio Piccinini começou a fazer televisão no programa de Luiz Aguiar, na Bandeirantes, em 1968. Em fevereiro de 1970, Silvio Santos convidou-o para integrar o júri do Show de Calouros do Programa Silvio Santos, que na época era transmitido aos domingos, na Rede Globo, e posteriormente no SBT, antiga TVS. Ficou nesse programa por quase 27 anos, até final de 1996 (quando o programa foi extinto), juntamente com Pedro de Lara, Wagner Montes, Maurício Menezes, Henrique Lobo, Nelson Rubens, Sérgio Mallandro, Sônia Lima, Mara Maravilha, Elke Maravilha, Leão Lobo e Aracy de Almeida, entre outros.

Décio Piccinini (Foto: Reprodução)
Décio Piccinini (Foto: Reprodução)

Em 23 de janeiro de 2017, estreou junto com Mara Maravilha, Leão Lobo e Mamma Bruschetta no Fofocalizando, novo programa do SBT que promete “algo nunca antes visto”, sem, no entanto, estar desvinculado da Rede Brasil, onde ainda apresenta o É 10 em paralelo. Piccinini ficou no Fofocalizando até outubro de 2019, quando foi substituído por Gabriel Cartolano. Atualmente Décio Piccinini está de volta a Rede Brasil, no comando do programa Papo em Dia, ao lado de Gisele Alves e Luciano Faccioli.

A doença que lhe assola

O apresentador Décio Piccinini, de 75 anos, revelou que sofre de uma doença rara que lhe causa tremores. Trata-se de um distúrbio neurológico chamado TE (tremor essencial), que é semelhante ao Mal de Parkinson, doença com que o ator Paulo José conviveu por mais de 20 anos.

Décio Piccinini contou ao portal R7 que recebeu o diagnóstico há quatro anos. E deu a entender que a ansiedade é um gatilho para o sintoma: “Eu tenho problema de ansiedade. Não posso olhar para aquilo que eu estou fazendo. Se eu tiver que olhar para a xícara que estou te entregando, eu vou tremer. É uma espécie de autocobrança”.

Décio Piccinini (Foto: Reprodução)
Décio Piccinini (Foto: Reprodução)

“No meu caso, não é a mão inteira que treme, são os [dedos] polegares, direito e esquerdo. Daria para eu fazer um tratamento que me levaria a uma cirurgia ou então partir para a fisioterapia. Mas, eu ainda não me decidi por nenhum dos dois tratamentos”, completou o apresentador, que ficou famoso como jurado nos programas de auditório do SBT.

O TE (tremor essencial) é uma doença incurável, considerada rara, que pode afetar diversas partes do corpo, principalmente os membros superiores, como mãos e braços.