Funcionário aplicou golpe e tomou bens de ator da Globo, que morreu sem nada


Sérgio Britto já teve passagem pela Globo. (Foto: reprodução/Montagem)
Sérgio Britto já teve passagem pela Globo. (Foto: reprodução/Montagem)

Ex-ator da Globo, Sérgio Britto acusou ex-funcionário de ter se apropriado dos seus bens de forma indevida

Considerado um dos nomes mais respeitados do meio artístico brasileiro, Sérgio Britto teve passagens memoráveis pelas emissoras TV Manchete, Globo, Record e Band. Sua carreira foi marcada pelo sucesso no teatro, onde atuou em mais de 300 peças.

Infelizmente, nos últimos anos de vida, o famoso enfrentou sérios problemas de saúde, incluindo problemas cardiovasculares e outras enfermidades que o obrigavam a realizar transfusões de sangue a cada 15 dias desde 2006. Foi nesse período de fragilidade que começaram a surgir desconfianças de que ele estava sendo vítima de um suposto golpe de Antônio Bento, que era considerado um homem de confiança do ator desde 2007.

Sérgio Britto registrou uma queixa na Delegacia do Idoso em 2011 contra Bento, acusando-o de obrigá-lo a assinar documentos sem o seu conhecimento. Desde que Bento passou a administrar os bens de Britto, sua liquidez foi reduzida a 5% em 2011.

Ator Sérgio Britto. (Foto: reprodução/internet)
Ator Sérgio Britto. (Foto: reprodução/internet)

Funcionário teria se aproveitado da saúde frágil do ator

De acordo com a acusação, Bento teria recebido várias “doações” do ator, incluindo a casa onde vivia, avaliada em R$ 800 mil. As assinaturas para essas doações ocorriam em momentos de maior fragilidade do ator, quando suas transfusões de sangue estavam atrasadas, e Bento era o responsável por levá-lo para realizá-las.

Veja também: Silvio Santos tirou apresentador da Record sem pagar nada e canal protestou no ar: “Fogem da obrigação”

Sérgio Britto faleceu em dezembro de 2012, aos 88 anos, enquanto o processo contra Bento ainda corria na justiça, sem que Britto conseguisse recuperar seus bens. Seus sobrinhos, Paulo e Marília Brito, tentaram reaver os bens que estavam no nome de Bento, incluindo a casa do ator, que foi “lacrada” pela justiça até que houvesse uma definição sobre o caso.