Globo chega ao topo com novela das nove, mas esconde terrível briga interna após medida de última hora


Globo teve briga interna na novela A Indomada (Foto: Reprodução)

Globo deixou ir ao ar no final dos anos 90 uma novela que foi um sucesso, mas que escondia uma briga dentro da emissora

Uma novela da Globo que fez sucesso entre o público lá em 1997 teve uma tensa briga nos bastidores que nem todo mundo fazia ideia. Você sabia que apesar de ter sido estrelada por Maria Fernanda Cândido, a abertura de A Indomada foi odiada pelos autores Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares?

Acontece que a trama tinha a modelo principal, no caso, Maria Fernanda quando nem pensava em ser atriz, atravessando “obstáculos” e enquanto surgia os quatro elementos como água e fogo por exemplo. Mas, segundo entrevista do autor Aguinaldo Silva não ficou bom:

“Pelo que ouvi, ninguém gostou. A abertura é ruim, não tem a ver com a novela. Esperava algo mais rural. O fato de não ter música me deixou chocado. Agora mudou um pouco, mas tão pouco que não adiantou”, disse o autor após a Globo colocar no ar uma alteração na abertura usando o comando de Paulo Ubiratan então diretor artístico da novela.

EMPURRA-EMPURRA

Cena da abertura de A Indomada (Foto: Reprodução/Globo)

Quem cuidava dessa parte de abertura era o designer Hans Donner que entrevistado sobre a briga interna se defendeu:

“Acho que nossa equipe conseguiu resumir a ideia da sinopse: mostrar a protagonista como uma mulher ligada à natureza, que precisa ultrapassar vários obstáculos, mas que é tão forte que nada a detém. Aliás, não acho que a abertura seja fria: além de uma mulher, usamos fogo, água e plantas de verdade conjugados com os recursos da tecnologia. O problema é que as pessoas me chamam de mago da computação gráfica, e às vezes, não acreditam que eu utilize imagens reais”, analisou.

Conforme A Indomada foi fazendo sucesso essa picuinha interna foi deixada de lado, mas deu dor de cabeça dentro da emissora viu.