Globo demitiu ator de Paraíso Tropical com doença terminal, fez ele perder plano de saúde e pagou caro por isso


Hugo Carvana ao lado de Flávia Alessandra. (Foto: reprodução, AgNews, Veja)
Hugo Carvana ao lado de Flávia Alessandra. (Foto: reprodução, AgNews, Veja)

Hugo Carvana foi demitido pela Globo enquanto lutava contra doença

O retorno de “Paraíso Tropical” trouxe à memória a presença marcante de Hugo Carvana na dramaturgia da Globo. Reconhecido por seu papel como Lineu em “Celebridade”, o veterano ator teve uma longa trajetória na emissora, estendendo-se por 30 anos, de 1984 a 2014. No entanto, sua relação com a Globo teve um desfecho controverso.

Após anos de colaboração, Carvana não teve seu contrato renovado e, lamentavelmente, perdeu seu plano de saúde enquanto enfrentava um câncer de pulmão. Sua condição de contrato como Pessoa Jurídica gerou uma disputa judicial entre seus herdeiros e a emissora após seu falecimento, ocorrido em 4 de outubro de 2014, aos 77 anos, devido a complicações associadas à doença.

Os filhos do artista alegaram na Justiça que a Globo o deixou desamparado, sem reconhecer direitos decorrentes da rescisão do contrato. A 65ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro reconheceu o vínculo empregatício entre Carvana e a empresa, ordenando que a Globo pagasse os direitos trabalhistas aos herdeiros.

Hugo Carvana. (Foto: reprodução, internet)
Hugo Carvana. (Foto: reprodução, internet)

Emissora pagou multa

A situação tornou-se ainda mais complexa quando a emissora cancelou o plano de saúde do ex-contratado, resultando em uma condenação por danos morais. Os requerentes argumentaram que a perda do vínculo aconteceu justamente quando o profissional mais necessitava de assistência médica.

Hugo Carvana em Paraíso Tropical. (Foto: reprodução, Globo)
Hugo Carvana em Paraíso Tropical. (Foto: reprodução, Globo)

A Globo recorreu da sentença, mas o Tribunal Regional do Trabalho não aceitou o recurso da emissora, mantendo a multa estabelecida no valor de R$ 100 mil.