Globo demitiu autora de novela responsável por grandes sucessos da emissora


Globo demitiu autora de novela responsável por grandes sucessos da emissora (Foto: Reprodução)
Globo demitiu autora de novela responsável por grandes sucessos da emissora (Foto: Reprodução)

Após 32 anos na Globo, autora de clássicos como “Ti-Ti-Ti”, “Deus nos Acuda” e “Meu Bem, Meu Mal”, foi demitida pela emissora

A autora de sucessos da teledramaturgia como “Anjo Mau” (1997), “Ti Ti Ti” (2010) e “Sangue Bom” (2013) viu sua carreira na emissora carioca desmoronar após o fracasso da sua primeira novela das nove, “A Lei do Amor” (2016). Após 32 anos, a autora foi demitida pela Globo.

Desde o fim da trama, que chegou a sofrer interferência após as primeiras pesquisas com o público para entender a baixa aceitação dos telespectadores, Maria Adelaide Amaral até que tentou mas não conseguiu lançar mais nenhum projeto na Globo.

Autora Maria Adelaide Amaral, que foi demitida pela Rede Globo (Foto: Reprodução)
Autora Maria Adelaide Amaral, que foi demitida pela Rede Globo (Foto: Reprodução)

Agora, aos 80 anos, a autora de telenovelas acabou sendo dispensada da TV Globo. Em entrevista ao UOL, Maria Adelaide Amaral – que também escreveu minisséries de sucesso como “A Casa das Sete Mulheres” (2003) – falou sobre sua demissão do canal onde trabalhou por 32 anos.

“Estou bem. Vivi o melhor momento da Globo”, disse a escritora.

O desabafo

“Não tinha mais aquela autonomia de propor. Estava claro que eu não tinha lugar lá”, contou Maria Adelaide por fim. Desde o fim de A Lei do Amor, Maria Adelaide Amaral trabalhava em um novo projeto – uma minissérie baseada na vida de Carlos Gomes (1836-1896), compositor da ópera “O Guarani”.

Contudo, em 2020, quando Silvio de Abreu deixou o comando da Globo, ela soube que “O Selvagem da Ópera” não iria mais sair do papel. Segundo a autora, a novela está toda pronta e a disposição da Globo. No entanto, ela acredita que nunca irá ao ar.

Autora Maria Adelaide Amaral, que foi demitida pela Rede Globo (Foto: Reprodução)
Autora Maria Adelaide Amaral, que foi demitida pela Rede Globo (Foto: Reprodução)

No entanto, agora fora da Globo, ela já pensa em seus futuros projetos. Um roteiro que adapta para os cinemas o livro “Em Nome dos Pais”, sobre a prisão e tortura dos seus pais na ditadura. Além disso, já que “O Selvagem da Ópera” aparentemente não sairá do papel. Maria Adelaide Amaral pretende levar a história de Carlos Gomes para o teatro.

Por fim, diante de tanto tempo na geladeira da Globo, a autora, ao que parece, desenvolveu um trauma das telenovelas. “Não quero nunca mais na minha vida escrever novelas”, prometeu a escritora.