Após trauma, Globo cria regra e proíbe estreia de novelas em dezembro; saiba o motivo


Paraíso Tropical teve sua estreia antecipada. (Foto: reprodução, Globo)
Paraíso Tropical teve sua estreia antecipada. (Foto: reprodução, Globo)

Globo passou a evitar lançar novelas no último mês do ano

A Globo ajustou seus planos de programação ao decidir antecipar a reprise de “Paraíso Tropical” no Vale a Pena Ver de Novo, lançando-a em novembro, enquanto encerrou “Mulheres Apaixonadas” antes do previsto.

Essa estratégia contraria a prática adotada pela emissora desde a década de 1990, na qual evita lançar novelas inéditas em dezembro. A justificativa está no desafio de conquistar audiência nesse mês, marcado por altas temperaturas e festas de fim de ano, que levam as pessoas a passarem mais tempo fora de casa.

A experiência anterior da Globo com lançamentos em dezembro remonta a 1990, quando apresentou “Lua Cheia de Amor”, uma trama que enfrentou desafios para cativar o público.

Novela Lua Cheia de Amor na Globo. (Foto: reprodução, Globo)
Novela Lua Cheia de Amor na Globo. (Foto: reprodução, Globo)

Última novela que estreou em dezembro

A novela, escrita por Ana Maria Moretzsohn, Ricardo Linhares e Maria Carmem Barbosa, tinha como protagonista Genu (Marília Pêra), uma camelô que enfrentava as dificuldades da vida para criar seus filhos. Apesar de um bom começo, “Lua Cheia de Amor” viu sua audiência declinar ao longo de dezembro de 1990, o que só foi revertido nos primeiros meses de 1991.

Lua Cheia de Amor. (Foto: reprodução, Globo)
Lua Cheia de Amor. (Foto: reprodução, Globo)

A experiência com “Lua Cheia de Amor” marcou a última vez que a Globo optou por uma estreia de novela inédita em dezembro. Desde então, a emissora tem evitado lançamentos nesse período, reconhecendo os desafios específicos do último mês do ano em termos de concorrência com festividades e mudanças de comportamento do público.