Globo sabia dos riscos e apostou em participante que sofreu AVC dentro do BBB


Marielza no BBB. (Foto: Reprodução)

O Big Brother Brasil já está no ar na Globo há 20 anos, sendo uma das atrações mais lucrativas e de maior repercussão do canal. Durante essas duas décadas de exibição, o BBB já gerou cenas que ficaram marcadas na história da televisão brasileira. E uma dessas é, sem dúvidas, o AVC (acidente vascular cerebral) sofrido por Marielza de Souza Santos dentro da casa do programa, em 2005.

Em 22 de janeiro daquele ano, por volta das 21h30, a dona de casa de 46 anos passou mal e desmaiou quando estava dentro da banheira do spa do reality. Os primeiros socorros foram prestados por um dos próprios participantes: Rogério Padovan, que era médico. Logo depois, a baiana foi levada ao hospital Cardiotrauma, na zona sul do Rio de Janeiro.

Pela manhã, Marielza já se queixava de mal-estar, e ao se levantar, chegou a comentar que se sentia estranha. “Tenho o hábito de tomar água quando estou em jejum. Não bebi e agora estou meio enjoada”, relatou. Apesar disso, ela ainda fez exercícios na bicicleta ergométrica e participou de uma festa do reality. No momento em que a participante desmaiou, a Globo decidiu cortar a transmissão do pay-per-view.

Marielza atualmente. (Foto: Reprodução)
Marielza atualmente. (Foto: Reprodução)

Globo sabia dos riscos de ter Marielza no programa

O que pouca gente pode imaginar é que a Globo já sabia dos riscos de ter Marielza no BBB. A emissora vem se tornando cada vez mais rigorosa ao avaliar os participantes antes deles ingressarem no programa, e já em 2005, todos os brothers eram submetidos a uma bateria de exames. Assim, o canal tinha ciência que a baiana enfrentava alguns problemas de saúde, mas por ela ter sido escolhida em um sorteio de uma promoção da Telemar, decidiu bancar a sua participação.

Veja também: Ex-apresentadora do Fantástico teve carreira destruída após ser encontrada quase morta em frente a motel: “Foi um complô”

“A primeira avaliação médica feita indicou que ela apresentava elevados fatores de risco para participar do programa, como ser tabagista, sua própria idade e o sedentarismo. Além disso, Marielza relatou já ter sofrido de hipertensão. Por essa razão, a participante foi submetida a exames complementares antes de entrar no programa”, relatou uma reportagem da Folha de S. Paulo, publicada poucos dias depois do ocorrido.

Em entrevista à reportagem, o médico Artur Cotrim, responsável pelos exames dos participantes do BBB, ressaltou que a Globo sabia que a dona de casa tinha fatores de riscos, e assim, pediu para que ela fosse submetida à exames mais rigorosos. O profissional explicou que, do ponto de vista cardiológico, Marielza estava apta para participar do reality, mas que não tinha como prever o AVC.

Marielza teve alta após alguns dias de internação. Atualmente, a baiana está aposentada, com 63 anos. No BBB, ela acabou sendo substituída pela vendedora Aline, que foi eliminada com recorde histórico de rejeição.