Globo enfrenta semana de terror e choro com demissões em massa no jornalismo


Globo enfrenta situação complicada (Foto: Reprodução)
Globo enfrenta situação complicada (Foto: Reprodução)

Onda de demissões em massa afetam fortemente o jornalismo da Globo

Uma onda de cortes atingiu o jornalismo da Globo na última semana, provocando a saída de vários jornalistas experientes e renomados da emissora.

+ Ex-ator da Globo processa a emissora após ser ignorado em novela e pede direitos trabalhistas

A medida faz parte de um plano de reestruturação financeira do canal, que registrou prejuízo em sua operação de televisão aberta em 2022. O site NaTelinha apurou os bastidores dessa crise e os motivos que levaram a Globo a tomar essa decisão drástica.

Segundo o balanço publicado pelo Grupo Globo, os custos da empresa aumentaram R$ 660 milhões no ano passado, em meio à pandemia de Covid-19 e à queda nas receitas publicitárias.

Apesar de ter fechado o ano no azul, graças à venda da gravadora Som Livre e aos investimentos no mercado financeiro, a TV Globo não conseguiu acompanhar esse desempenho e operou no vermelho.

Uma das razões para isso foi o alto valor dos salários dos profissionais do jornalismo, que chegavam a variar entre R$ 50 e R$ 150 mil por mês.

+ A atitude corajosa de Carlos Alberto ao assumir o que fez com a família antes de novo casamento 

Esses repórteres veteranos foram dispensados e serão substituídos por novos talentos e por correspondentes das afiliadas regionais da Globo, que recebem entre R$ 15 e R$ 30 mil mensais. Com isso, a emissora pretende reduzir a média salarial do jornalismo em cerca de 60%.

Clima de pânico na emissora

A mudança gerou um clima de tensão e tristeza nos bastidores da Globo, com direito a choros e abraços nas despedidas dos demitidos. Muitos funcionários estão com medo do futuro e temem estar na mira dos próximos cortes, que devem ocorrer nos próximos dias em outros setores da empresa.

A intenção da cúpula da Globo é equilibrar as contas da televisão e evitar que ela continue sendo deficitária.

Segundo o site NaTelinha, a empresa decidiu extinguir o cargo de diretor regional de jornalismo em Recife e Belo Horizonte, que eram ocupados por Jo Mazzarolo e Marcelo Moreira, respectivamente. A partir de agora, essas praças serão subordinadas aos diretores da rede nacional do Rio de Janeiro.

+ A relação discreta que Tiago Barnabé, a Narcisa da Eliana, vive há anos e muita gente não imaginava 

A medida faz parte de um processo de reestruturação que visa reduzir custos e aumentar a eficiência da Globo. No entanto, ela também implica em demissões de profissionais que trabalhavam há anos na casa.

O site apurou que o clima é de pânico no jornalismo e que as dispensas devem se estender para outras áreas, como o artístico e a direção. A lógica é simples: ou a folha de pagamento mensal diminui ou a operação da Globo não se sustenta no azul.

Emissora faz demissão de vários jornalistas (Foto: Reprodução/Globo)
Emissora faz demissão de vários jornalistas (Foto: Reprodução/Globo)

Sindicato dos jornalistas e emissora se manifestam

Diante da repercussão negativa das demissões, a Globo se pronunciou por meio de uma nota oficial. A emissora afirmou que tem um compromisso permanente com a busca de eficiência e evolução, mas lamentou se despedir de profissionais que ajudaram a escrever e a contar a sua história.

Por outro lado, o Sindicato dos Jornalistas criticou duramente a atitude da Globo. Em uma nota pública, o órgão acusou a empresa de desrespeitar os trabalhadores. Por fim, o sindicato anunciou que vai recorrer à Justiça contra a onda de demissões na Globo.

Globo faz demissões de vários profissionais (Foto: Reprodução)
Globo faz demissões de vários profissionais (Foto: Reprodução)
Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.