Onda de remakes inunda a Globo e novela fracassada de Manoel Carlos pode ser resgatada; veja qual


Manoel Carlos
Manoel Carlos (Foto: Reprodução)

Globo pode reviver novela de Manoel Carlos que foi um fracasso na emissora

Será que a Globo está sem ideias ou com poucos autores? Acontece que uma novela que foi escrita por Manoel Carlos ganhou uma luz da emissora, digamos assim, após anos de exibição.

Estou falando da novela Viver a Vida que foi feita em 2009. Ao que parece a emissora foi atrás da Agência Nacional do Cinema, mais conhecida como Ancine, para fazer um registro relacionado a novela.

Viria aí um remake de Viver a Vida?

Vale ressaltar que das obras feitas pelo autor Maneco na Globo essa não foi uma das melhores. Ao menos para o público. Ficou no ar uma dúvida já que a emissora carioca maior produtora de novelas do Brasil faria uma nova versão, já que outras obras estão sendo repensadas.

Foi o caso de Pantanal que Bruno Luperi fez uma nova versão e vai ser de Elas por Elas (1982) que terá uma nova versão em 2023 na faixa das seis horas.

A HELENA NEGRA

Tais Araujo
Tais Araujo (Foto: Reprodução)

Se tem um fator marcante de Viver a Vida foi o fato dela trazer a primeira protagonista de Manoel Carlos, geralmente chamada Helena, negra. Taís Araujo foi a intérprete da personagem, mas a sua lembrança não é boa devido ao fracasso da novela.

A Globo, em suma, resume a sinopse da novela com Helena abandonando sua carreira de sucesso como modelo para se casar com Marcos (José Mayer). Com isto, Helena acaba se tornando rival de Luciana (Alinne Moraes), filha do ricaço.

A história se torna trágica porque Luciana e Helena sofrem um grave acidente, mas a consequência é pior para a filha de Marcos que fica tetraplégica.