Glória Maria viu a morte de perto e reação dos parentes a revoltou: “Dividir a herança”


Apresentadora Glória Maria. (Foto: reprodução)
Apresentadora Glória Maria. (Foto: reprodução)

Glória Maria é uma das jornalistas e apresentadoras mais respeitadas e bem-sucedidas da televisão brasileira, com décadas de trabalho na telinha, e atualmente comanda o Globo Repórter, exibido nas noites de sexta da Globo.

Em 2019, no entanto, a apresentadora passou por um momento bastante delicado na sua vida, quando descobriu que estava com um tumor no cérebro. Porém, experiente e bastante serena, a jornalista surpreendeu ao contar que não teve medo de encarar o problema, mesmo com o alto risco de morte. Ela passou por uma cirurgia delicada, mas se livrou da doença sem nenhuma sequela.

“Eu estava viva, com o diagnóstico de um tumor no cérebro, muita gente achou que era um câncer, mas não, era um tumor terrível, que se eu não tivesse descoberto naquele momento, ele me mataria em 15 dias”, revelou ela em recente entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura.

“Tinha 30 ou 40% de chance de sobreviver e 20% de sobreviver sem sequelas, mas eu não tive medo porque a vida é isso, você está vivo para passar por todo tipo de experiência. O ser humano tem a tendência de querer viver em um mundinho cor-de-rosa, mas a vida não é assim, é feita de nuvens rosas e de nuvens cinzas e eu aprendi a conviver com elas”, relatou.

Herança e desapontamento de Glória Maria com a família

Glória Maria, no entanto, surpreendeu ao revelar a reação das pessoas a sua volta, especialmente dos familiares, durante o pós-operatório. A apresentadora ficou magoada ao perceber que muita gente estava mais preocupada com a sua herança do que com sua recuperação, e chegavam a ficar desapontados ao ver que ela estava melhorando.

“Comecei a ver máscaras caindo, uma a uma. Pessoas que pensei que estivessem do meu lado, não estão. E outras, que nunca imaginei, se prontificaram em ajudar. Teve gente da minha família perguntando: ‘Quem está administrando os bens da Gloria? Ela é uma incompetente com dinheiro’”, contou.

“Foi uma coisa que me deu um susto. Falaram de dividir a herança, sendo que nem existia. É um negócio esquisito que você olha e não acredita”, falou a veterana. “Tinha gente que chegava na minha casa esperando me ver lá, toda… Quando viam que eu estava bem, diziam ‘ah, você está ótima… ah, tá bom, eu volto aqui…’ e sumiam”, completou.