Gloria Perez perdeu outro filho, devido a síndrome rara: “Não passa nunca”


Gloria Perez (Foto Reprodução)
Gloria Perez (Foto Reprodução)

Gloria Perez, além da dor de perder Daniella Perez, precisou lidar com a morte de outro filho

Recentemente, a HBO Max lançou a série documental “Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez”, que evidenciou os esforços da mãe da vítima, a autora de novelas da Globo, Gloria Perez, para trazer justiça ao brutal crime cometido contra a jovem.

Daniella Perez (Foto Reprodução/Internet)
Daniella Perez (Foto Reprodução/Internet)

Gloria Perez foi em busca de testemunhas e evidências para desmontar a versão dada por Guilherme de Pádua, que além de excluir sua cúmplice, Paula Thomaz, desmoralizava a vítima.

Porém, a força de Gloria Perez é ainda maior que a retratada pelo serviço de streaming. Outro herdeiro da escritora faleceu, apenas 10 anos após a partida de Daniella. Seu filho caçula, Rafael, morreu em decorrência de uma síndrome rara, mas em meio à todas as lutas, ela sempre contou com a ajuda do mais velho, Rodrigo.

Gloria Perez e o filho, Rafael (Foto Reprodução/Internet)
Gloria Perez e o filho, Rafael (Foto Reprodução/Internet)

Rafael Perez nasceu com uma síndrome que afetou seu desenvolvimento mental e, aos 25 anos, não resistiu a complicações de uma cirurgia que precisou fazer para reverter uma torção intestinal.

Em 2012, Gloria Perez concedeu uma entrevista à “Quem”onde desabafou sobre a perda de dois filhos. Quando questionada sobre Daniella, a famosa autora da Globo afirmou sempre estar “presa” ao dia do crime, assim como relatou à série da HBO Max:

“É uma dor contínua. São 20 anos, mas é uma dor que não passa nunca dentro de você. Um dia eterno, que não passa” – Declarou ela.

Sobre a morte de Rafael, ela também foi impactada, mas de outra maneira: “Sim, mas as circunstâncias foram outras. É impossível viver à parte disso, vivo com isso, com essa dor” – Se lamentou Gloria Perez.

Gloria e os três filhos (Foto Reprodução/Facebook)
Gloria e os três filhos (Foto Reprodução/Facebook)

Superação

Na ocasião do falecimento de Rafinha, Gloria Perez estava colhendo os frutos do sucesso da novela “O Clone” (2001), um dos clássicos da Globo. Além dos prêmios pela produção, a autora foi contemplada pela campanha antidrogas promovida através dos personagens de Débora FalabellaThiago Fragoso.

Ainda na época do assassinato de Daniella, Gloria Perez escolheu concluir seu trabalho em “De Corpo e Alma” (1992), onde a filha deu vida a Yasmin. No currículo da autora, ela ainda conta com sucessos como “Carmem” (1987), “Desejo” (1990), “Barriga de Aluguel” (1990), “Hilda Furacão” (1998), “América” (2005), “Caminho das Índias” (2009) e “A Força do Querer” (2017).

A autora, hoje segue em uma nova trama de sua autoria "Travessia"(Foto Reprodução/Internet)
Gloria Perez hoje segue em uma nova trama de sua autoria “Travessia” (Foto Reprodução/Internet)
Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....