Humorista da Globo se sentiu responsável pela morte de Bussunda após “ideia infeliz”


Bussunda. (Foto: Reprodução/Globo)
Bussunda. (Foto: Reprodução/Globo)

Entre os anos 1990 e 2000, com o seu estilo de humor “besteirol” e sem limites, o Casseta & Planeta se tornou o humorístico de maior sucesso da TV brasileira, e um dos principais nomes da atração era Cláudio Besserman Vianna, o Bussunda, que acabou falecendo de forma totalmente inesperada.

Em 2006, a equipe da programa foi enviada para a Alemanha para cobrir a Copa do Mundo de futebol, onde a Seleção Brasileira buscava pela primeira vez o hexacampeonato. Bussunda viajou junto com o elenco, que ainda contava com Beto Silva, Claudio Manoel e Hélio de la Peña. Ele ganhava destaque fazendo uma imitação do Ronaldo Fenômeno, estrela da Seleção.

Nas pausas das gravações, o elenco costumava comer bastante, principalmente a famosa cerveja e o salsichão alemão. Até que no dia 16 de junho, logo após uma dessas refeições, Claudio Manoel ficou sabendo de uma pelada entre jornalistas que iria ocorrer em um campo ali próximo, e convidou Bussunda para participar.

Durante a partida de futebol, o humorista já demonstrou estar passando mal, mas ignorou os conselhos dos colegas para ir até o hospital, alegando que o mal estar seria apenas por ter comido demais. Dessa forma, ele apenas retornou ao hotel, mas passou mal durante toda a madrugada.

Até que, pela manhã, o humorista conversou com alguns membros da equipe do Casseta & Planeta e foi atendido no quarto por dois paramédicos que estavam no hotel, mas acabou tendo uma parada cardíaca. “Por sorte, a equipe o atendeu instantaneamente, o médico conversou com ele, perguntando o que ele estava sentindo e ele teve uma parada cardíaca. Começou a tragédia, o desespero, todo mundo foi acordado, e era a avalanche”, relatou Claudio Manoel.

Humorista Claudio Manoel. (Foto: Reprodução)
Humorista Claudio Manoel. (Foto: Reprodução)

Humorista se culpou pela morte de Bussunda

Bussunda acabou não resistindo e faleceu, aos 43 anos, deixando a esposa, Angélica Nascimento, e a filha, Júlia Besserman, de apenas 12 anos. Em entrevista ao documentário Meu Amigo Bussunda, do Globoplay, Claudio revelou que, durante muito tempo, se sentiu culpado pela morte do colega.

Veja também: Atriz jurou nunca mais trabalhar com autor após fiasco histórico: “Me sinto humilhada”

“Carreguei por um tempo uma certa culpa, porque fui eu que liguei pra ele chamando pra jogar bola”, declarou. “Então, fiquei pensando que se não tivesse tido essa ideia infeliz de jogar essa porra dessa pelada…”, completou o humorista, que é um dos diretores do documentário.