Incêndio na loja Fuzuê ordenado por Preciosa é apagado de forma misteriosa


Preciosa em Fuzuê. (Foto: reprodução)
Preciosa em Fuzuê. (Foto: reprodução)

Plano de Preciosa dá errado e gera mistério em Fuzuê

Nos próximos capítulos de Fuzuê, os mistérios da trama se intensificam, e uma cena particularmente intrigante ocorre, deixando os personagens e os telespectadores perplexos. Um incêndio, planejado por Preciosa (Marina Ruy Barbosa) e executado por seus comparsas, surpreendentemente se apaga de forma misteriosa, configurando um evento inexplicável na novela das sete.

Inicialmente, o plano de Preciosa e seus aliados parece estar dando certo, com seus cúmplices agindo rapidamente nos corredores da loja Fuzuê. Fiel (Bruno de Mello) tira fotos do incêndio para criar informações falsas na internet, enquanto Heitor observa todos os detalhes do esquema cuidadosamente elaborado com a parceira.

Heitor, um hacker que já havia espalhado “fake news” sobre Nero (Edson Celulari) nos primeiros capítulos da trama, volta a aparecer na história para executar o novo plano de Preciosa. No entanto, o que deveria ser um incêndio devastador na loja se transforma em um evento misterioso, já que o fogo simplesmente se apaga, sem a intervenção dos bombeiros.

(Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

Interferência sobrenatural?

Esse acontecimento inexplicável adiciona um elemento de mistério e misticismo à trama, uma vez que a loja Fuzuê já estava envolvida em mistérios relacionados ao desaparecimento de Maria Navalha (Olívia Araújo) e um suposto tesouro que estaria enterrado embaixo do local, e que chegou a ser alvo da cobiça da própria Maria. Agora, o enigma do incêndio se torna mais um elemento intrigante na história, deixando os personagens e o público ansiosos por respostas.

Fuzuê é escrita por Gustavo Reiz para a faixa das 19h da Globo, tendo substituído Vai na Fé, e tem direção artística de Fabrício Mamberti. O elenco conta com nomes como os de Giovana Cordeiro, Marina Ruy Barbosa, Nicolas Prattes, Edson Celulari, Lília Cabral, Felipe Simas, Heslaine Vieira e Michel Joelsas.