Ingra Lyberato se surpreendeu com atitude da Globo mesmo longe da Tv


Ingra Lyberato foi convidado pela Globo, com o intuito de prestar uma homenagem ao elenco da versão original de Pantanal

A homenagem à Ingra Lyberato originou-se diretamente do autor Bruno Luperi e de Gustavo Fernandez, o diretor artístico de Pantanal.

Durante uma conversa com o colunista, a atriz Ingra Lyberato revelou que foi informada sobre a notícia pelo ator Almir Sater, responsável por interpretar o personagem Eugênio na nova versão.

“No dia que o Bruno decidiu fazer a homenagem e comentou com o Almir, eu e Almir estávamos nos falando para combinar minha ida no show dele em São Paulo. Então Almir me contou e, poucos dias depois, meu empresário Marcus Montenegro me ligou para comunicar o convite da produção”, disse a atriz.

Surpresa

Ingra Lyberato (Foto: Raquel de Assis/Reprodução/Instagram)
Ingra Lyberato (Foto: Raquel de Assis/Reprodução/Instagram)

Em uma sexta-feira ocorreu a gravação de sequências destinadas a serem exibidas no episódio final da história, retratando o matrimônio conjunto de Zé Leôncio e Filó, Tadeu e Zefa, e Zé Lucas e Irma. Além das cenas principais, Ingra declarou que também fará a gravação de uma participação especial em forma de homenagem.

“Fizemos cenas em planos gerais, mas ainda não gravamos a participação-homenagem que o Bruno escreveu. É uma participação que faz alusão a momentos que vivemos em nossas fases”, contou.

A intérprete revela ter sido pega de surpresa com o convite, já que a história está se encaminhando para o desfecho.

“Não esperava esse convite tão lindo para uma homenagem merecida. Afinal, nossa imagem deu rosto a alma desses personagens na novela fenômeno de 1990. Nem todos os colegas puderam fazer parte desse encontro. Então eu e minhas amigas Cristiana e Giovanna nos sentimos representando aqueles que não estavam”, afirmou.

Destino Trágico

No ano de 1990, Ingra deu vida à personagem Madeleine nos primeiros episódios da história criada por Benedito Ruy Barbosa, função que foi assumida por Bruna Linzmeyer

Na versão anterior, Ítala Nandi assumiu o papel na Manchete, enquanto Karine Teles desempenhou-o na Globo. Em ambas as interpretações, a personagem, mãe de Jove, encontra sua trágica morte em um acidente aéreo.

“Acho que o Bruno Luperi fez algumas escolhas criativas e outras alinhadas com a versão original. Confio na sensibilidade dele, pois conseguiu manter a simplicidade, mistério e originalidade de uma novela que pouca gente adaptaria sem transformar em outra coisa. Sinto que tem a ver com seu talento e com a linhagem familiar. Nada acontece por acaso nesse mundo de meu Deus”, disse.

Ingra Lyberato & Bruna Linzmeyer

Depois que Bruna terminou sua participação na versão atualizada, Ingra Lyberato compartilha que teve a chance de se conectar virtualmente com a atriz durante um encontro organizado pelo Gshow.

“Foi emocionante para nós duas, pois a participação dela já tinha ido ao ar e eu havia assistido. Foi lindo ver a Madeleine pela Bruna, que a fez com a mesma entrega que a personagem merece. Falei nesse nosso encontro que, às vezes, ela falava em off e eu escutava minha voz e a do Paulo Gorgulho”, comentou.

A ligação entre Ingra e Bruna era tão forte que Lizmeyer chegou a observar que certos gestos das duas eram idênticos, mesmo sem ter presenciado aquela parte da versão original.

“Quer dizer, esses personagens do Benedito, atravessaram os tempos e alimentaram outros corações com sua força e verdade. Realmente é um presente ter sido escolhida pela vida para viver essa história e agora poder assistir outras pessoas sendo impactadas positivamente. A novela Pantanal mudou minha vida”, finalizou.

Lucas Goia

Autor(a):

Lucas Goia