Jô atacou estrela da Globo, mas teve de entrevistá-lo na própria emissora: “Tremendamente injusto”


Jô entrevistou Boni na Globo. (Foto: reprodução)
Jô entrevistou Boni na Globo. (Foto: reprodução)

Antes de se consolidar como um dos maiores apresentadores de talk shows da televisão brasileira na Globo, Jô Soares recebeu a sua primeira oportunidade de brilhar com esse formato no SBT, comandando o Jô Soares Onze e Meia, que ficou no ar por 11 anos.

E no período em que esteve como contratado da emissora de Silvio Santos, o apresentador chegou a fazer duras críticas à Globo, que vinha revoltando o SBT pelo fato de monopolizar o mercado publicitário na época e se recusar a exibir comerciais que tinham artistas da concorrência, o que fazia as marcas não procurarem os famosos de outros canais para estrelarem suas campanhas.

Ao receber seu prêmio durante o Troféu Imprensa de 1987, Jô pediu licença a Silvio Santos para ler um texto no qual condenava essa atitude da Globo, e em determinado trecho, chegava a atacar José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, que foi o chefão da emissora carioca por muito tempo, e que chegou a ser chamado por Silvio Santos de “office-boy de luxo”.

“Eu gostaria de dizer que Silvio Santos foi tremendamente injusto quando chamou Boni, numa entrevista, de office-boy de luxo. Nenhum office-boy consegue guardar tanto rancor no coração”, disparou.

Boni no Programa do Jô. (Foto: reprodução)
Boni no Programa do Jô. (Foto: reprodução)

Jô Soares entrevistou Boni na Globo

Porém, o mundo dá muitas voltas, e por ironia do destino, anos depois, Jô Soares acabou tendo de entrevistar o próprio Boni em seu programa, e ainda por cima na Globo. Acontece que, em 1999, o apresentador decidiu deixar o SBT e retornar para a emissora carioca, que finalmente lhe deu a chance de comandar seu próprio talk show, o Programa do Jô, que ficou no ar por 16 anos.

Boni já havia reconhecido, em um livro de memórias, que tomou decisões tiranas sobre o apresentador e pediu desculpas por isso, o que parece ter provocado a reconciliação entre os dois. Na entrevista, que durou quase uma hora, eles falaram sobre diversos assuntos, mas não comentaram os desentendimentos do passado, como se tudo realmente já tivesse sido superado.