Marido de Glória Perez teve um fim cruel e relato macabro veio à tona: “Definhou”


Marido de Glória Perez teve um fim trágico após a morte da sua filha (Foto Reprodução/Montagem/Fatos da Tv)
Marido de Glória Perez teve um fim trágico após a morte da sua filha (Foto Reprodução/Montagem/Fatos da Tv)

Após 30 anos do crime que abalou o país, uma série documental voltou à tona o drama de Glória Perez e da sua família

Há 30 anos atrás, o Brasil parou para acompanhar o caso que chocou todos os brasileiros, estamos falando da morte cruel de Daniella Perez. Recentemente o assunto veio novamente  à tona, após o lançamento da superprodução “Pacto Brutal”, no canal fechado HBO Max. A série especial conta em detalhes o assassinato, que como foi mencionado, abalou as estruturas deste país.

A super produção "Pacto Brutal" mostra com detalhes o crime bárbaro envolvendo a morte de Daniella Perez (Foto Reprodução/Internet)
A super produção “Pacto Brutal” mostra com detalhes o crime bárbaro envolvendo a morte de Daniella Perez (Foto Reprodução/Internet)

Na época, em 1992, Daniella Perez estava despontando na novela escrita pela mãe, Glória Perez, “De corpo e Alma”, no horário nobre da Globo. Ela fazia par romântico com Guilherme de Pádua, que foi quem a matou covardemente com 18 tesouradas a sangue frio.

O corpo da artista, de apenas 22 anos, foi encontrado em um matagal da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Guilherme de Pádua, que faleceu recentemente após sofrer um infarto, contou com a ajuda da sua ex-esposa, Paula Thomaz, que hoje vive se escondendo, com medo de ser reconhecida pelo povo na rua, afinal até hoje essa história causa revolta e indignação.

Daniella Perez e Glória Perez (Foto Reprodução/Internet)
Daniella Perez e Glória Perez (Foto Reprodução/Internet)

O crime brutal, não matou apenas Daniella, como também desolou a família inteira. Na época, Luiz Carlos Saupiquet, o pai de Daniella, ficou tão abalado, que mal conseguia sair de casa. Por muito tempo, ele evitou se expor na mídia, até que um dia ele concedeu uma uma entrevista rara à repórter Ilze Scamparini, e o engenheiro decidiu falar sobre a filha: “Morreu porque foi atraiçoada” – Declarou ele

“Uma menina na flor da idade. No IML, quando eu toquei no bracinho dela, estava frio. Eu pensei que ela iria ficar quente de novo e piscar para mim, mas ela não fez nada. Você fica na ilusão até a hora do enterro, mas, na hora em que o caixão desce, acaba tudo. Hoje, mais do que nunca, eu tenho certeza de que minha filha seria uma grande estrela” – Relatou ele

Em 1994, antes mesmo de completar 2 anos do crime, Luiz Carlos Saupiquet morreu por causa de uma leucemia, que se complicou diante do seu estado emocional: “Ele não aguentou a dor da morte da Dani. Definhou” – Declarou  Glória Perez em entrevista a revista Trip

Luiz Carlos Saupiquet ficou destroçado com a morte da filha, e situação agravou o seu estado de saúde (Foto Reprodução/Internet)
Luiz Carlos Saupiquet segurando uma foto da sua filha Daniella Perez quando criança  (Foto Reprodução/Internet)

 

Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....