Terra e Paixão: Marino cai em armação de Antônio, sofre grave acusação e perde cargo de delegado


Marino e Antônio em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)
Marino e Antônio em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)

Marino é acusado de tráfico de drogas e perde seu cargo de delegado em Terra e Paixão

Nos próximos capítulos de Terra e Paixão, Marino (interpretado por Leandro Lima) estará prestes a enfrentar um verdadeiro caos na sua vida. Um ato aparentemente simples executado de acordo com sua função como agente da lei desencadeará uma série de consequências brutais e aparentemente intermináveis na atual trama das 21h da Globo.

Tudo começará quando Marino decide cumprir seu dever como autoridade e dar voz de prisão a Antônio (interpretado por Tony Ramos). Essa decisão coloca em risco a parceria anterior entre os dois, e ninguém compreende exatamente o motivo que levou o delegado a escolher esse caminho, sabendo muito bem do que a família La Selva é capaz de fazer.

Antônio, dominado pela fúria e determinado a não deixar Marino impune por sua ação, aciona seus contatos para destruir a carreira do delegado. Ele não apenas deseja derrotar Marino, mas prefere vê-lo sofrer lentamente, optando por afastá-lo do cargo policial e acusá-lo de associação com tráfico de drogas.

Marino em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)
Marino em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)

Delegado sofre sérias consequências com vingança de Antônio

Assim, Marino se vê em uma situação vulnerável, entregue à própria sorte. Enquanto Antônio não tem a intenção de acabar rapidamente com a vida do delegado, ele planeja utilizá-lo para seus próprios esquemas e continuar a fazê-lo sofrer.

Além disso, Antônio pode também ameaçar a segurança de Lucinda (interpretada por Débora Falabella), Cristian (interpretado por Felipe Melquiades) e até mesmo do pequeno Danielzinho, que formam a família do delegado.

Vale ressaltar que a novela Terra e Paixão é escrita por Walcyr Carrasco e tem direção artística de Luiz Henrique Rios. O elenco conta com nomes como os de Barbara Reis, Cauã Reymond, Glória Pires, Tony Ramos, Agatha Moreira, Paulo Lessa, Débora Ozório e Rainer Cadete.