Marino prende Antônio, mas recebe ameaça e cava a própria cova em Terra e Paixão


Antônio e Marino em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)
Antônio e Marino em Terra e Paixão. (Foto: reprodução)

Marino decide prender Antônio em Terra e Paixão

Nos próximos capítulos de Terra e Paixão, a aparente tranquilidade em Nova Primavera se desmorona quando Marino (interpretado por Leandro Lima), o delegado da cidade, percebe que sua permanência ali pode ter sido um erro fatal. Marino toma a arriscada decisão de prender Antônio (interpretado por Tony Ramos), o poderoso fazendeiro, desencadeando uma série de eventos que ameaçam sua própria segurança.

Antônio, naturalmente, responde à prisão com duras ameaças contra o delegado, indignado com a quebra do acordo que havia sido estabelecido entre eles há anos. A corrupção de Marino já havia gerado suspeitas entre os moradores locais, e ele próprio admitiu que seu caráter não era dos melhores.

No entanto, seu amor por Lucinda o levou a permanecer em Nova Primavera, apesar das críticas. Lucinda, a gerente da cooperativa, vai até a delegacia para fazer uma declaração e implora para que Marino fique na cidade, o que resulta em aplausos da equipe presente, como se estivessem assistindo a um filme de comédia romântica.

Antônio ( Tony Ramos) (Foto: reprodução/ Globo)
Antônio ( Tony Ramos) (Foto: reprodução/ Globo)

Vilão decide se vingar da pior forma

Marino cede ao pedido de Lucinda, complicando ainda mais a situação ao se voltar contra a poderosa família La Selva, especialmente depois que Antônio desobedece a uma séria determinação judicial e continua a explorar as terras de Aline (interpretada por Bárbara Reis) para a extração de diamantes.

Antônio, agora preso, é confrontado por Aline, mas em breve assume uma postura vingativa que é a sua marca. No entanto, entre ameaças e tensões crescentes, Marino percebe que pode ter selado seu próprio destino, ou algo pior. Antônio não hesitaria em prejudicar Lucinda, Cristian (interpretado por Felipe Melquiades) ou até mesmo o pequeno Danielzinho para enviar um recado ao delegado e mantê-lo sob controle.