Este famoso já foi considerado “mestre” na Globo, mas não sente a menor falta do canal: “Não preciso”


Wolf Maya (à esq.) ao lado de outros artistas da Globo. (Foto: reprodução)
Wolf Maya (à esq.) ao lado de outros artistas da Globo. (Foto: reprodução)

Wolf Maya deixou a Globo e não sente falta da emissora

Wolf Maya já foi considerado um “mestre” e uma grande referência entre os diretores de novelas do Brasil, chegando a abrir uma escola de atores que também se tornou bastante conceituada, utilizando métodos que o profissional consolidou em inúmeros folhetins que dirigiu na Globo.

Além de séries, minisséries e especiais, o diretor ganhou destaque à frente de novelas como Barriga de Aluguel (1990), Mulheres de Areia (1993), Senhora do Destino (2004) e Fina Estampa (2011). Em 2015, ele acabou dirigindo o seu último folhetim, I Love Paraisópolis, e logo depois, deixou a Globo, após 35 anos.

Porém, se engana quem pensa que Wolf vem passando perrengues e enfrentando dificuldades financeiras por esse período afastado da TV, pelo contrário. Com o prestígio que conquistou, o diretor vem se consolidando cada vez mais com a sua escola de atores, segue viajando pelo mundo e recentemente chegou até a promover um workshop com artistas de um canal português.

Diretor Wolf Maya. (Foto: reprodução)
Diretor Wolf Maya. (Foto: reprodução)

Diretor não sente falta da emissora

E ao ser questionado se não sente falta de trabalhar na Globo, Wolf Maya surpreendeu. “Não sinto a menor saudade da Globo. É bom dar espaço para gente nova também”, declarou o diretor.

Em uma live com a atriz Maria Zilda, Wolf lamentou a saída de José Bonifácio Oliveira Sobrinho, o Boni, que foi mandachuva da emissora carioca por muitos anos. Segundo o diretor, a Globo mudou bastante a sua política de tratamento com os artistas após a aposentadoria do executivo.

“[Quando] o Boni saiu da Globo, a Globo perdeu aquela mão que protegia a gente. Depois que eu vi que [a emissora] não era mais uma mão que protegia o artista, mas era uma empresa brilhante. Eu saí muito bem, só tenho amigos lá, nada a reclamar. Não volto, não quero voltar, não preciso, já vivi esse filme, mas eu fui muito feliz lá”, afirmou.