Atriz que apareceu nua em novela do Globo diz que não se arrependeu


Recentemente, o Globoplay disponibilizou a icônica novela Pedra Sobre Pedra, permitindo que os fãs revivam as memórias da comunidade fictícia de Resplendor

Mônica Fraga e manequim veio ao mundo na cidade maravilhosa do Rio de Janeiro, no dia 18 de janeiro de 1970. Durante sua carreira na moda, Mônica deu os primeiros passos na televisão ao participar do programa Rio Urgente, transmitido pela TV Rio.

Mônica Fraga (Foto: Reprodução)
Mônica Fraga (Foto: Reprodução)

No ano subsequente, ele se juntou ao elenco do programa cômico Os Trapalhões.

A atratividade de Fraga rapidamente chamou a atenção da revista Playboy, na qual fez uma sessão de fotos em 1990.

Abertura da Novela

No entanto, foi em 1992 que ela alcançou a fama em todo o território nacional. No breve vídeo de introdução e encerramento dos episódios de Pedra Sobre Pedra, Mônica Fraga colaborou ao ceder seu corpo, permitindo que o designer Hans Donner e sua equipe criassem com recursos visuais deslumbrantes, representando formações rochosas e montanhas.

As filmagens dos cenários foram realizadas em Lençóis, localizada na região da Chapada Diamantina (BA). Utilizando a tecnologia computacional, o físico da atriz e modelo se harmonizava com as maravilhas naturais presentes no ambiente.

No entanto, por uma questão de sorte, Mônica quase não fez parte da obra que se tornou um marco na televisão brasileira.

A quase mudança de Mônica Fraga

No dia marcado para o exame, Mônica Fraga teve intensas dores de cabeça e quase optou por permanecer em sua residência.

Foi devido à insistência materna que a moça se encaminhou à sala de Donner e obteve êxito ao completar as oito sequências exigidas para a criação do vídeo promocional.

“O Hans Donner queria várias meninas para fazer a abertura. Fizemos alguns testes no estúdio e ele disse que eu era bonita, morena e tinha tudo a ver com o Brasil. Então resolveu pegar as imagens já feitas na Chapada Diamantina e encaixar nas do meu corpo. Ficou incrível e ele desistiu das outras meninas”, recordou ela em entrevista ao site Ego, de 23 de janeiro de 2015.

ela mencionou que estava ciente de que iria despir-se, algo que não causou nenhum tipo de inconveniência.

“O Hans me avisou: ‘Não vai ser algo escancarado, mas vai ter que ficar nua, os seios vão aparecer’. Eu respondi que não tinha problema. Foi uma exposição bacana”, contou.

Quando indagada sobre se carregava algum pesar por ter feito essas atividades, incluindo as sessões fotográficas para a revista Playboy, sua resposta foi a seguinte:

“Em nenhum momento me arrependi desses trabalhos, encaro bem tranquilamente. Até rolaram outros convites para posar nua, mas logo em seguida me casei com o Paulo Ubiratan (diretor que morreu em 1998) e ele fez um acordo de cavalheiros para que a Playboy não publicasse mais as minhas imagens”.

Mônica Fraga na política

Após anos afastada das novelas, Mônica refletiu sobre as possíveis razões para não receber mais convites para atuar.

Atualmente, aos 52 anos, Mônica Fraga possui formação em Comunicação Social com especialização em Publicidade. Ela administra um canal no YouTube onde aborda questões políticas e assuntos do dia a dia.

Recentemente, decidiu se lançar como pré-candidata a deputada federal pelo estado do Rio de Janeiro.

Mônica teve um relacionamento com Paulo Ubiratan, que durou até 1998. Desde 1999, é casada com Claudio Dib da Costa, pai de sua filha.

Lucas Goia

Autor(a):

Lucas Goia