Musa dos anos 80 afirmou que detesta escrever para os pobres: “São sempre ricos”


Musa dos anos 80 afirmou que detesta escrever para pobres (Foto: Reprodução)
Musa dos anos 80 afirmou que detesta escrever para pobres (Foto: Reprodução)

A musa que já foi capa da “Playboy” e participou como atriz de diversas obras de sucesso, contou que todos seus personagens são ricos

Uma frase da atriz, modelo e, agora também, escritora Vera Fischer repercutiu mal. A atriz está explorando o mundo literário e lançou uma série de dez livros. Contudo, Vera afirmou, na época, detestar “escrever para gente pobre” em entrevista à Folha de São Paulo.

“Eu descrevo os personagens, o perfume, as roupas, se é Ungaro ou Valentino. Meus personagens não são nunca pobres, são sempre ricos. Eu não sei escrever pra gente pobre. Eu detesto“, assume a musa. Para ela, a vida dos ricos é mais interessante. “Cada livro tem pelo menos uma viagem ao exterior”, relatou Fischer.

O romance, chamado “Serena”, estreia a coleção que terá como título apenas nomes de mulher e é “vibrante” na descrição da própria autora. Os dez livros foram escritos em um ano e trazem episódios autobiográficos da diva, mas a atriz não revela quais são. “É segredíssimo”, brinca a artista. Na época, atriz deixou os detalhes da obra guardados a sete chaves.

Vera Lúcia Fisher, conhecida simplesmente por Vera Fisher, é uma atriz brasileira nascida em Blumenau, Santa Catarina, em 27 de novembro de 1951. A artista foi Miss Brasil, em 1969, e logo depois da premiação fez vários papéis no cinema brasileiro.

A musa tem um currículo de sucesso

A estreia em telenovelas aconteceu em 1977, em “Espelho Mágico”, como Diana Queiróz (Débora). Assim, por quatro anos seguidos, Vera foi convidada para grandes produções da TV, como “Sinal de Alerta”(1978), “Os gigantes”(1979), “Coração Alado”(1980) e “Brilhante” (1981).

Dessa forma, a carreira como atriz começou nas pornochanchadas, mas na TV interpretou papéis memoráveis. Então, em 1987, conquistou o público com Jocasta Silveira, em “Mandala”, ao lado de Felipe Camargo, que se tornaria seu marido. Três anos depois viveu Eduarda, na minissérie “Riacho doce”, e Ana de Assis, na minissérie “Desejo”.

Também, atuou na novela “Laços de Família”, como Helena, que vivia no início da trama um triângulo amoroso formado por ela, a filha, Camila (Carolina Dieckmann) e Edu ( Reynaldo Gianecchini). Foi capa da edição brasileira da revista “Playboy”duas vezes: em 1982 e em 2000, aos 48 anos. As fotos foram feitas por Bob Wolfenson.

Atriz e escritora Vera Fischer (Foto: Reprodução)
Atriz e escritora Vera Fischer (Foto: Reprodução)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.