Musa dos anos 80 recusou proposta da Globo e nunca mais teve chance na emissora: “Inventava justificativa”


Apresentadora perdeu grande chance na Globo (Foto: reprodução/ TV Cultura)
Apresentadora perdeu grande chance na Globo (Foto: reprodução/ TV Cultura)

Apresentadora que fez muito sucesso em programa infantil na TV Cultura, deixou passar grande oportunidade na Globo

A apresentadora Silvana Teixeira fazia parte do programa infantil “Bambalalão”. A artista tinha o sonho de participar de novelas e acabou deixando passar uma grande oportunidade como atriz na Globo.

“Eu soube que a Cultura iria lançar um projeto de tele-romance. Fiz um teste na emissora, acabou aprovada e participei de várias produções”, contou a apresentadora.

Então, em 1983, ela foi escalada para fazer parte do programa infantil “Bambalalão”,  na TV Cultura. Assim, na ocasião, a apresentadora Gigi Anhelli havia saído de férias.

Dessa forma, Teixeira a substituiu e agradou ao público, e ficou mo elenco do programa ao lado de Gigi. A artista permaneceu na apresentação do “Bambalalão” até o fim, em 1990.

“Foi uma experiência muito legal, era um programa ao vivo e totalmente voltado para as crianças, algo que nunca tinha feito. Me identifiquei muito com esse público”, recordou ela.

Silvana Teixeira no programa "Bambalalão" (Foto: reprodução/ TV Cultura)
Silvana Teixeira no programa “Bambalalão” (Foto: reprodução/ TV Cultura)

A artista não chegou a atuar em novelas da emissora

No auge do infantil, Silvana Teixeira não aceitou um convite da Globo. A artista acabou chamada para protagonizar “Livre Para Voar” (1984), novela de Walther Negrão, estrelada por Tony Ramos e exibida às 18h.

“Eu inventava justificativas, dizia que achava desnecessário cortar o cabelo, cada hora dava uma desculpa. A verdade é que eu não queria deixar a Cultura, porque lá eu era paparicada por todo mundo, do diretor até o porteiro”, disse Silvana.

“É claro que todo mundo quer trabalhar na Globo, mas eu morria de medo de sair da Cultura”, confidenciou em entrevista.

Com o fim do “Bambalalão”, e de outras atrações que comandou, como “Lanterna Mágica” (1985) e “Ligue para um Clássico” (1985), Silvana voltou a receber convite da Globo. Desta vez, para ser a garota do tempo no “São Paulo Já”, telejornal local que estreou em 1990.

Tinha feito um piloto para o Glub-Glub, mas o Carlos Nascimento me convidou para apresentar a previsão do tempo. Se estava sol, me vestia com roupa de verão, se estava frio, ia com roupas de inverno. Recebia muitas cartas dos espectadores”, disse Silvana.

A chance de, enfim, atuar numa produção de dramaturgia da emissora acabou não se concretizando. “Eu sempre quis muito fazer novela, e indo para a emissora teria a chance de trabalhar como atriz na Globo“, iniciou Silvana Teixeira.

“Sempre que surgia um teste, eu pedia para fazer, mas nunca deixavam, pois era contratada do jornalismo. Acabei ficando chateada, e deixei o telejornal“, confidenciou a apresentadora.

Silvana Teixeira (Foto: reprodução/ Instagram)
Silvana Teixeira (Foto: reprodução/ Instagram)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.