Musa do SBT evangélica escancarou experiência na ‘Playboy’: “Desespero na época”


Ex-musa do SBT usou dinheiro para ajudar a família (Foto: Reprodução)
Ex-musa do SBT usou dinheiro para ajudar a família (Foto: Reprodução)

Ex-jurada do ‘Show de Calouros’ do SBT, atualmente evangélica, comentou com sinceridade seu passado de símbolo sexual

Em entrevista no programa ‘A Tarde é Sua’, de Sonia Abrão, na RedeTV!, Sônia Lima foi questionada se há constrangimento por ter posado nua duas vezes para a revista ‘Playboy’. “Eu não posso me arrepender, meu amor. A primeira deu a casa dos meus pais”, revelou a ex contratada do SBT.

“A segunda foi o dinheiro que deu o ‘start’ (início) na nossa vida para construirmos o patrimônio que temos hoje. Nada foi fácil.”, compartilhou. Contudo, o primeiro ensaio aconteceu em abril de 1987. Na época ela era jurada do ‘Show de Calouros’, então, Sônia teve a ajuda do patrão Silvio Santos. Ele fez a negociação com a direção da revista para que sua protegida recebesse o melhor cachê possível.

Sônia Lima disse que Silvio Santos ajudou nas negociações (Foto: Reprodução)
Sônia Lima disse que Silvio Santos ajudou nas negociações (Foto: Reprodução)

A ex-SBT usou o dinheiro para melhorar a vida da família

Então, a edição se tornou um sucesso de vendas. Assim, em 1991, já casada com o colega de programa Wagner Montes, a atriz recebeu novo convite da ‘Playboy’. Estampou a capa da edição especial de dezembro daquele ano. Várias famosas que exploraram a própria sensualidade e fizeram fotos para o público masculino passaram a renegar o passado após a conversão religiosa. A atriz Karina Bacchi revelou sentir “nojo” pelas fotos de nudez.

“Eu sou cristã, sou convertida, sou evangélica, mas não posso apagar essas revistas da minha vida. Eu estaria sendo uma pessoa hipócrita. Não posso fingir aqui uma santa”, afirmou Sônia Lima. Dessa forma, o caso de Sônia é clássico: aproveitou a beleza para mudar a realidade econômica da família. Assim, nenhum demérito. Entretanto, pelo contrário, foi uma atitude altruísta.

“Aquilo me tirou do desespero na época. Então, eu não precisei me prostituir, não precisei me vender. Era o que eu tinha e podia fazer”, disse a ex-SBT. Até onde se sabe, nenhuma das musas arrependidas da ‘Playboy’ se prontificou a devolver ou doar o dinheiro recebido da revista. A compunção ficou restrita à retórica religiosa.

Wagner Montes, Silvio Santos e Sônia Lima (Foto: Reprodução)
Wagner Montes, Silvio Santos e Sônia Lima (Foto: Reprodução)
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.