Musa da Globo que perdeu emprego, trabalhou como ambulante e vive nova realidade


Atriz da Globo já foi ambulante (Foto: Reprodução)
Atriz da Globo já foi ambulante (Foto: Reprodução)

Conheça a história da musa da Globo que, após ficar sem trabalho, transformou sua vida ao tornar-se vendedora ambulante

Narjara Turetta, uma atriz renomada das décadas de 1980 e 1990, foi destaque na Globo, conquistando sucesso na televisão. Porém, enfrentou um período difícil quando se viu fora das escalações para novelas, o que afetou consideravelmente suas finanças.

+ Edu Guedes comoveu ao expor ao vivo a luta contra a perda de movimentos: “Tive um acidente”

Diante dessa situação, Narjara se viu obrigada a se reinventar e tornou-se ambulante, vendendo água de coco nas praias de Ipanema para sobreviver. Em uma entrevista à revista Contigo, ela compartilhou o desconforto inicial desse novo caminho, mencionando a vergonha e a dificuldade no início. No entanto, essa mudança foi sua salvação por um tempo, permitindo pagar suas contas.

Com o passar do tempo, a história da atriz como ambulante ganhou destaque na mídia, levando alguns autores da Globo a se mobilizarem para oferecer-lhe papéis em novelas novamente. Em 2006, Narjara retornou à TV na novela “Páginas da Vida” de Manoel Carlos, marcando seu retorno à telinha.

+ Ticiane Pinheiro sofreu sangramento ao vivo, resultando na pausa do programa e Roberto Justus envolvido

Em entrevistas posteriores, ela expressou certo desconforto em ser constantemente questionada sobre esse período de sua vida, mencionando que, apesar de não se arrepender da experiência como ambulante, estava cansada do assunto.

Narjara Turetta teve de trabalhar como ambulante. (Foto: reprodução/TV Foco)
Narjara Turetta teve de trabalhar como ambulante (Foto: Reprodução/TV Foco)

Atualmente, Narjara Turetta continua atuando como atriz e também trabalha como dubladora, conforme indicam suas redes sociais, mostrando seu comprometimento com a profissão artística mesmo após os desafios enfrentados.

Trajetória

Em 1971, o início da carreira de Narjara Turetta foi marcado por monólogos e apresentações ao lado de palhaços famosos como Arrelia e Pimentinha no programa “A Grande Gincana”, na TV Record-SP. Ela também participou do quadro “As crianças querem saber” no programa de Raul Gil, na mesma emissora. Em 1975, na TV Record, Narjara contribuiu com vários quadros no programa infantil “Essa Gente Inocente”, dirigido por Wilton Franco, ao lado de Lucio Mauro, Roberto Marques e Rogério Cardoso.

Sua estreia nas novelas ocorreu em 1976, ao lado de Paulo Goulart na telenovela “Papai Coração”, aos 9 anos, protagonizando-a. No ano seguinte, ela foi contratada pela TVS de Silvio Santos, participando de duas produções: uma novelinha de 5 capítulos chamada “Um pedaço de papel” e uma novela de 60 capítulos chamada “Solar Paraíso”. Em 1978, voltou para a TV Tupi para atuar na novela “Salário Mínimo”. No entanto, foi seu papel como Elisa na série “Malu Mulher” (1979) na Rede Globo, como filha de Malu (Regina Duarte), que a tornou famosa nacional e internacionalmente, rendendo-lhe o troféu APCA de atriz revelação no ano seguinte.

Narjara Turetta em Malu Mulher. Foto: CEDOC/ TV Globo.
Narjara Turetta em Malu Mulher. Foto: CEDOC/ TV Globo.

Em outubro de 1979, Narjara foi convidada para participar do especial “Mulher 80” na Rede Globo, mostrando seu talento como cantora num dueto da música “Feminina” com o grupo Quarteto em Cy. Esse programa abordava questões sobre leis favoráveis às mulheres e sua cidadania na sociedade da época, além de homenagear grandes cantoras do Brasil.

Nos anos seguintes, Narjara participou de diversas novelas como Baila Comigo, O Homem Proibido, Amor com Amor Se Paga, Selva de Pedra, Direito de Amar e O Salvador da Pátria. Nesta, deu vida à Rafaela e foi indicada ao prêmio APCA pela segunda vez.

Após atuar em “Gente Fina” em 1990, os convites para trabalhar na televisão diminuíram, levando-a a pedir emprego em programas de TV em 1999. No decorrer dos anos 1990, Narjara participou de alguns episódios do programa “Você Decide” e de um episódio da novela infantil “Caça Talentos”, com Angélica. Em 2000, integrou o elenco da novela “Vidas Cruzadas” da RecordTV, interpretando Selma, uma das personagens centrais. A falta de convites a fez enfrentar dificuldades financeiras, levando-a a mudar de ramo e começar a trabalhar vendendo água de coco em Copacabana, Rio de Janeiro, a partir de 2002, ao lado de sua mãe.

Em maio de 2006, iniciou uma carreira como dubladora. No mesmo ano, em setembro, voltou à televisão na novela “Páginas da Vida”, no papel de Inezita, a governanta de Tônia (Sônia Braga). Nos anos seguintes, fez participações especiais em programas como “Turma do Didi”, estreou no cinema em “Disse Não Disse” (2010) e teve participações em “Malhação ID” (2010). Foi contratada por Walcyr Carrasco para participar da novela “Morde & Assopra” (2011) e depois integrou o elenco de “Salve Jorge” (2012).

Em 2015, Narjara foi contratada pela Rede Globo para ser Instrutora de Dramaturgia de “Babilônia”. Em 2017, retornou às novelas em “O Outro Lado do Paraíso”, interpretando Zildete. Em 2018, fez uma participação na série “Sob Pressão” e atuou na macrossérie “Jezabel” na RecordTV.

Narjara esteve no seriado Maldivas da Netflix. Foto: Reprodução/Instagram.
Narjara esteve no seriado Maldivas da Netflix. Foto: Reprodução/Instagram.

Vida pessoal

Nascida em São Paulo, passou sua infância e adolescência em Porangaba, a terra natal de sua mãe. Desde 1986, a atriz vive de forma independente no Rio de Janeiro. Narjara escolheu seguir sem casamento ou filhos, focando exclusivamente em sua carreira artística. Embora seja ocasionalmente vista com companhias, sejam elas anônimas ou famosas, ela mantém uma discrição ímpar e nunca tornou públicos relacionamentos sérios.

Enfrentando desafios financeiros ao longo de sua trajetória, a artista passou mais de uma década afastada das novelas, participando esporadicamente. Durante esse período, Narjara desempenhou papéis como vendedora de água de coco e recepcionista. Buscando constantemente oportunidades profissionais, desde 2006, ela também atua como dubladora.

Em 2004, Narjara concorreu a uma vaga como vereadora pelo PSDB na cidade do Rio de Janeiro. No entanto, apesar do esforço, obteve apenas 2.676 votos e não foi eleita.

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.