Neto é pego de surpresa e recebe condenação de R$ 500 mil por acusação grave; saiba motivo


Neto em seu programa (Foto: Reprodução/Band)
Neto em seu programa (Foto: Reprodução/Band)

Craque Neto é condenado a pagar R$ 500 mil após grave acusação

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o apresentador Craque Neto e a emissora Band a indenizarem Jorge Sampaoli, ex-técnico do Flamengo, em R$ 500 mil por danos morais. A decisão, em primeira instância, decorre de acusações de racismo feitas por Neto contra Sampaoli em 2019, durante duas ocasiões distintas: no programa “Os Donos da Bola”, da Band, e em uma atração do BandSports. Há possibilidade de recurso por ambas as partes.

+ Disputa polêmica entre Belo e Denílson: processo tem desfecho oficial após 23 anos; saiba qual

Conforme apurado pelo “Notícias da TV”, Neto e a Band têm um prazo de 15 dias para contestar a decisão judicial. Além da indenização monetária, Sampaoli também exige uma retratação pública da Band, pedindo desculpas pelas declarações do ex-jogador.

+ Destino de Rachel Sheherazade é selado na Record após sucesso estrondoso em A Fazenda 15

Em abril de 2019, no programa “Os Donos da Bola”, Neto relatou uma afirmação supostamente feita por Serginho Chulapa, ex-jogador, alegando que Sampaoli havia maltratado o futebolista Arzul por ele ser negro. Neto expressou duras críticas ao técnico, chamando-o de racista e fazendo comentários ofensivos. Posteriormente, no BandSports, Neto reiterou as acusações.

O famoso técnico Sampaoli (Foto: Reprodução / CRF)
O famoso técnico Sampaoli (Foto: Reprodução / CRF)

Técnico não deixou passar despercebido

Sampaoli processou as partes, afirmando-se ofendido pelas associações a práticas racistas. Ele argumentou que o apresentador excedeu os limites da crítica jornalística, partindo para ataques pessoais. A Band, por sua vez, foi acusada de lucrar com a alta audiência gerada pelas declarações controversas.

Em defesa, Neto e a Band alegaram que apenas reproduziram informações internas e negaram danos à imagem de Sampaoli. Neto foi descrito pela emissora como um apresentador polêmico, mas comprometido com a verdade jornalística.

+ Patrícia Ramos faz denúncia bombástica na Globo contra ex-marido por falsidade ideológica

O juiz Cassio Pereira Brisola, ao proferir a sentença na terça-feira (7), considerou que as ações de Neto e da Band afetaram significativamente a reputação de Sampaoli, atribuindo-lhe a prática de racismo, e determinou a indenização de R$ 500 mil.

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.