Novela da Globo fracassou após doença terminal de famoso e segredo só veio à tona anos depois


Novela A Padroeira teve problemas na Globo. (Foto: reprodução/Montagem)
Novela A Padroeira teve problemas na Globo. (Foto: reprodução/Montagem)

Novela fracassou na Globo e segredo sobre afastamento de diretor veio à tona apenas anos depois

Walcyr Carrasco se tornou o principal autor de novelas da Globo na atualidade, sendo sinônimo de sucesso. O novelista conseguiu emplacar uma sequência de trabalhos de grande audiência em diferentes faixas de horário da emissora, o que fez com que ele se tornasse um dos queridinhos do canal.

Porém, assim como qualquer trajetória de sucesso, há também os momentos de baixa, e do autor, sem dúvidas, foi logo em sua segunda novela na Globo: A Padroeira (2001), que não registrou bons índices de audiência e foi alvo de muitas críticas.

No entanto, para Walcyr Carrasco, havia uma boa justificativa para que o folhetim não tivesse decolado na época, mas o motivo por trás disso só veio à tona anos depois, durante o lançamento de Chocolate com Pimenta, outro folhetim de sucesso do autor, e que inclusive, está atualmente em reprise na Globo.

Em entrevista concedida durante o lançamento de Chocolate com Pimenta, em 2003, Carrasco revelou que o principal motivo para que A Padroeira não tivesse alcançado os resultados esperados na Globo foram as mudanças que ele precisou promover na história devido à troca de direção.

Walter Avancini e Walcyr Carrasco. (Foto: Montagem/Reprodução)
Walter Avancini e Walcyr Carrasco. (Foto: Montagem/Reprodução)

Diretor manteve doença terminal em segredo

Acontece que o experiente Walter Avancini era o nome escalado para dirigir a trama das 18h. O veterano, no entanto, enfrentava um câncer de próstata e precisou se afastar do trabalho para fazer o tratamento, mas pediu para que quem soubesse da sua internação, mantivesse segredo. Avancini acabou falecendo apenas alguns meses após a estreia de A Padroeira.

Dessa forma, a Globo escalou Roberto Talma para assumir o comando da produção, e assim, a novela precisou praticamente ser relançada, com o autor promovendo diversas mudanças na história. Na época, como a imprensa não teve a informação do afastamento de Avancini em virtude de uma doença terminal, houve rumores de que a emissora decidiu interferir na trama para alavancar a audiência.

Cena da novela A Padroeira. (Foto: reprodução/Globo)
Cena da novela A Padroeira. (Foto: reprodução/Globo)

“O Avancini tinha uma proposta para a novela, só que acabou adoecendo e dirigiu uma única cena. Ele foi hospitalizado e pediu para ninguém ficar sabendo. E a novela virou um barco à deriva. Ninguém teve coragem de tirar a novela do Avancini e deixaram na mão dos assistentes. Não se conseguiu implantar a novela que tínhamos previsto. Depois que ele morreu, entrou o Talma e a única solução era implantar a trama de novo. Fui muito injustiçado na época”, relatou o autor.