Novela da Sandy teve beijo polêmico e foi única experiência da cantora na dramaturgia


Sandy em Estrela-Guia
Sandy em Estrela-Guia (Foto: Reprodução)

Em 2001 os telespectadores acompanharam a estreia da dupla Sandy e Júnior em novelas da Globo. Em Estrela-Guia, escrita por Ana Maria Moretzsohn, os irmãos protagonizavam a história.

Conhecida como “A novela da Sandy”, Estrela-Guia foi produzida para aproveitar a popularidade com os jovens, especialmente após o sucesso da série Sandy & Jr.

Novela da Sandy

Na história da novela, Sandy deu vida a Cristal, uma jovem criada em na fictícia Jagatah. Órfã, ela partiu com seu padrinho, Tony (Guilherme Fontes) para o Rio de Janeiro e acabou apaixonada por ele.

O relacionamento com Tony foi controverso, já que o personagem teria 18 anos a mais que ela na história.

De acordo com o seu perfil, Tony teria de ser 18 anos mais velho que Cristal, já que, na história, ele era tutor da garota, amigo do falecido pai dela. A escolha de Guilherme Fontes para par romântico da Sandy também gerou burburinho.

Felipe Camargo, Gabriel Braga Nunes e Rodrigo Santoro eram alguns dos outros atores cotados para o papel. Marcelo Antony e Fábio Assunção entraram na lista, mas ambos estavam na escalados para outras produções.

A novela Estrela-Guia ficou apenas três meses no ar e terminou com 83 capítulos. Mesmo sendo mais curta do que o normal, o projeto foi proposital, a fim de não atrapalhar a agenda de shows de Sandy e Júnior.

Sandy em Estrela-Guia
Sandy em Estrela-Guia (Foto: Reprodução)

Júnior coadjuvante

Dupla de Sandy, Júnior também ganhou um espaço em Estrela-Guia, mas menor que o da irmã. O cantor foi um malabarista de rua na trama.

Você se lembra da novela com Sandy e Júnior?

Quem é telespectador assíduo da TV Globo deve se lembrar da atuação de Sandy e Júnior na novela. O que acha da atuação dos cantores? Deixe aqui nos comentários!