Marcou na TV

Novela foi repentinamente suspensa após tragédia envolvendo um casal global


Casal Global foi marcado por uma terrível tragédia (Foto Reprodução/Montagem/Fatos da Tv)

A tragédia marcou para sempre a vida do casal global que despontava em folhetim

Um dos casais mais queridos, que ficaram juntos entre a década de 50 até meados do início dos anos 90, foi Dionísio Azevedo e Flora Geny. Ambos participaram de muitas produções e folhetins, como a novela “Pão Pão, Beijo Beijo” folhetim de 83 que ganhou uma reprise pelo Viva.

+Segure firme e tente não sorrir ao ver o patrimônio que Rodrigo Faro acumulou

Infelizmente, algumas décadas antes do lançamento da novela, um acontecimento trágico fez com que a obra “Seu Último Pecado”, novela exibida pela Record em 1969, sofresse uma bruta interrupção. Isso porque, o filho do casal, morreu enquanto a produção estava no ar.

Dionísio Azevedo e Flora Geny marcaram a dramaturgia brasileira por décadas (Foto Reprodução/Blogger)
Dionísio Azevedo e Flora Geny marcaram a dramaturgia brasileira por décadas (Foto Reprodução/Blogger)

A Tragédia

A morte de Noel Marcos, filho do casal Dionísio Azevedo e Flora Geny, acabou causando o fim precoce da trama. O até então adolescente de 15 anos de idade, morreu em novembro de 69, vítima de um atropelamento.

Noel também fazia parte da trama, que era inclusive dirigida pelo pai. Tudo indica, que o jovem foi atingido enquanto passeava pelas ruas de bicicleta, pelo bairro do Sumaré, na cidade de São Paulo. O garoto era o caçula do casal, que são pais também de Dionísio Jacob, autor e roteirista.

Veja também

Flora, Maria Cláudia e Elizabeth Savala em "Pão Pão, Beijo- Beijo" (Foto Reprodução/Internet)
Flora, Maria Cláudia e Elizabeth Savala em “Pão Pão, Beijo- Beijo” (Foto Reprodução/Internet)

Após esse triste acontecimento na vida do casal, a atriz Flora Geny não quis mais atuar naquele momento, e passou a estudar espiritismo. Durante o processo de luto, ela optou em ajudar outras pessoas. Após um tempo ela retomou sua carreira artística no inicio da década de 70, como em “Meu Pedacinho de Chão” de 1971.

Como mencionado anteriormente, em 1983 o casal esteve em “Pão Pão, Beijo- Beijo”, aonde Flora interpretou “Gema” mãe das protagonistas “Luiza” (Maria Cláudia) e “Bruna” ( Elizabeth Savala). E Dionísio viveu “Altino”, que era pai do “Júlio” interpretado por Edwin Luisi.

Dionísio seguiu carreira em demais trabalhos no meio artístico, em 1977, já na Globo, ele emplacou sucessos como “Dona Xepa” e “O Astro”. Sua esposa seguiu marcando presença em produções da Band.

Dionísio Azevedo e Glória Menezes (Foto Reprodução/Memória Globo)
Dionísio Azevedo e Glória Menezes (Foto Reprodução/Memória Globo)

Flora Geny faleceu em 22 de dezembro de 1991, aos 62 anos de idade, vítima de um câncer no estômago, seu marido Dionísio Azevedo partiu em dezembro de 94, aos 72 anos, semanas depois de receber o título “Cidadão Paulistano”, na Câmara dos Vereadores de São Paulo. O ator morreu de câncer no cérebro.

 

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgiaTambém sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....