Pelé já foi aposta de Silvio Santos e do SBT para bater audiência da Globo


Pelé ao lado de Silvio Santos. (Foto: reprodução)
Pelé ao lado de Silvio Santos. (Foto: reprodução)

O maior jogador de futebol de todos os tempos e um verdadeiro ídolo do Brasil, Pelé faleceu nesta quinta-feira (29) aos 82 anos, fazendo o mundo inteiro ficar de luto, mas também deixando um legado que será ainda mais reverenciado. E justamente pela fama e prestígio que alcançou ao longo de décadas, o astro já foi a grande aposta de vários programas e emissoras do país, como o SBT.

Em 1977, por exemplo, Silvio Santos decidiu investir na imagem do craque da Seleção Brasileira para tentar superar a audiência da Globo. Acontece que no dia 1º de setembro daquele ano, Pelé retornou aos gramados atuando pelo New York Cosmos, clube dos Estados Unidos, em um amistoso contra o Santos, time que o atacante sempre atuou. Em parceria com a Rede Tupi, o SBT, que ainda atendia pelo nome de TVS, transmitiu a partida para o Rio de Janeiro.

A emissora de Silvio Santos ainda chegou a fazer um “esquenta” para o jogo, exibindo o documentário Pelé — Futebol Brasileiro nos Estados Unidos e o Show no Gramado. “Tivemos sucesso num sábado à tarde. E pela primeira batemos os 20 pontos de audiência, que foi um negócio maravilhoso”, declarou Caio Vale, que era diretor do departamento comercial da TVS na época, em entrevista ao canal de Luciano Callegari no YouTube.

Pelé atuando pelo New York Cosmos. (Foto: reprodução)
Pelé atuando pelo New York Cosmos. (Foto: reprodução)

Pelé já apareceu outras vezes no SBT

Vale dizer que Pelé aceitou voltar aos gramados pelo New York Cosmos em um acordo que visava popularizar o futebol nos Estados Unidos, país que sempre ficou marcado por promover mais outros esportes, como o futebol americano, basquete, beisebol e hóquei no gelo.

Além de aparecer na tela do SBT como jogador, Pelé também já atuou como comentarista da emissora de Silvio Santos, em 2010, durante a Copa do Mundo da África do Sul, mesmo que o canal não tivesse os direitos de transmissão dos jogos.