Marcou na TV

Programa erótico no SBT deu certo na audiência, mas acabou dando prejuízos


Cocktail, do SBT (Foto: Reprodução)

Décadas atrás o SBT abusava da sensualidade em alguns de seus programas. Quem não se lembra do Sabadaço com mulheres no chuveiro de camiseta branca? Mesmo considerado picante, esse programa seria considerado leve ao lado de outra atração da emissora.

Em 1991, o SBT colocou no ar o programa Cocktail, inspirado no Colpo Grosso da televisão italiana, que trazia o Luís Carlos Miele na apresentação.

O programa era um game show erótico, com as assistentes de palco fazendo uma espécie de striptease para o público.

 

Cocktail, do SBT
Cocktail, do SBT (Foto: Reprodução)

Programa erótico no SBT

As Garotas Tim-Tim faziam alegria do público, exibindo os seios a cada ida para o intervalo. O programa, claro, tinha o aval de Silvio Santos, que viu a audiência subir com os interessados no Cocktail, especialmente por conta das gincanas eróticas.

A audiência subiu, mas o prestígio foi caindo. Miele, reconhecido por seus trabalhos de alta qualidade, acabou ficando associado somente ao programa erótico no SBT, custando outros projetos de trabalho.

Dessa forma, Silvio Santos continuou com o programa no ar até começar a querer embarcar em outra aventura. Na época, notícias diziam que o apresentador queria concorrer à Prefeitura de São Paulo. Por isso, ter um programa como o Cocktail poderia criar polêmica.

Ademais, o dono do SBT decidiu após um ano tirar o Cocktail do ar, mas acabou não saindo candidato e Miele não retornou para esse segmento de programa.

Você se lembra do Cocktail no SBT? Acha que o programa daria certo nos dias atuais, em 2022? E quem seria o apresentador ideal para a atração erótica? Deixe aqui nos comentários!

Autor(a):