Marcou na TV

Após ser resgatado por Carlos Alberto, humorista perdeu luta contra a Aids


Carlos Alberto chorando (Foto: Reprodução - SBT)

Humorista teve sua carreira salva por Carlos Alberto no A Praça é Nossa, mas não resistiu a sua terrível doença

Após um ato de generosidade por parte de Carlos Alberto, o humorista encontrou-se em uma luta feroz contra a Aids, uma batalha que, infelizmente, não conseguiu vencer.

O gesto altruísta de Carlos Alberto em resgatá-lo pode ter sido um raio de esperança em meio à escuridão, mas mesmo assim, a crueldade implacável da doença acabou por prevalecer.

Carlos Leite, nascido em Recife, Pernambuco, em 23 de novembro de 1939, teve uma infância marcada pela pobreza. Segundo ele próprio contava, chegou a roubar moedas na porta da igreja para sobreviver. Apesar das dificuldades, a arte sempre esteve presente em sua vida.

Amigo de Carlos Alberto na 'Praça' não resistiu a luta contra Aids (Foto: Reprodução - SBT)
Amigo de Carlos Alberto na ‘Praça’ não resistiu a luta contra Aids (Foto: Reprodução – SBT)

Na década de 1960, Carlos Leite mudou-se para o Rio de Janeiro em busca de realizar seu sonho de ser artista. Inicialmente, tentou a carreira na Aeronáutica, mas logo percebeu que sua verdadeira paixão era a atuação. Começou a se apresentar em teatros e boates, onde seu talento para a comédia logo o fez se destacar.

Na década de 1970, Carlos Leite finalmente conquistou seu lugar na televisão. Participou de diversos programas humorísticos da Rede Globo, como “Chico City”, “Balança Mas Não Cai” e “Planeta dos Homens”.

Veja também

Ao longo de sua carreira, Carlos Leite deu vida a diversos personagens marcantes, como o “Beleza” do programa “Faça Humor, Não Faça Guerra”, um sujeito feio, mas que fazia sucesso com as mulheres. Sua atuação era caracterizada pela expressividade corporal e facial, além de um humor ácido e inteligente.

Doença e morte precoce

No auge de sua carreira, Carlos Leite foi diagnosticado com AIDS. Em uma época em que a doença ainda era cercada de preconceito e desinformação, ele enfrentou o diagnóstico com força e coragem.

Faleceu em 9 de janeiro de 1987, aos 47 anos, deixando um legado de humor e talento que ainda hoje é lembrado com carinho pelo público brasileiro.

Após ser resgatado pela Praça, humorista perdeu luta contra a Aids (Foto: Reprodução - SBT)
Após ser resgatado pela Praça, humorista perdeu luta contra a Aids (Foto: Reprodução – SBT)

Carlos Leite foi um dos maiores humoristas da sua geração. Seu talento e sua dedicação à arte o tornaram um ícone da comédia brasileira.

Em 2013, recebeu uma homenagem póstuma na forma de um documentário, “Carlos Leite – Beleza Pura”, que resgata sua história e obra.