Novelas

Sandy criou “maldição” em novela após primeiro beijo em galã 16 anos mais velho


Sandy e Guilherme Fontes em Estrela-Guia. (Foto: Reprodução)

Em 2001, a Globo levou ao ar a novela Estrela-Guia, que estreou cercada de expectativa, pois além de ser o primeiro teste da emissora carioca com um formato de folhetim mais curto, a trama marcaria a estreia de Sandy como atriz em novelas.

Na trama, a cantora deu vida à Cristal, uma jovem de alma leve, mas que ainda buscava o seu equilíbrio espiritual. O detalhe é que no folhetim, a atriz, que tinha apenas 18 anos na época, formou par romântico com Guilherme Fontes, que deu vida à Tony, padrinho da personagem, e que era 16 anos mais velho do que ela.

Para o ator, a novela surgiu como uma “salvação”, já que ele vinha tendo seu nome envolvido em uma grande polêmica na produção do filme Chatô — O Rei do Brasil. O longa foi cassado pelo governo federal, após suspeitas de mau uso de verbas públicas, fazendo com que o ator fosse alvo de muitas críticas e acusações, e claro, que tivesse que se afastar da telinha.

“Tony chegou em um momento delicado. Estava sem grana e difamado, sendo acusado de inúmeros absurdos e com toda imprensa focada em destruir minha reputação e meu filme. A proposta era irrecusável. Foi engraçado e pitoresco me ver sair tão rapidamente das páginas policiais dos jornais e ser transformado em príncipe da princesa”, revelou o ator em entrevista.

Ator Guilherme Fontes. (Foto: Reprodução)
Ator Guilherme Fontes. (Foto: Reprodução)

Maldição após beijo de Sandy?

Porém, ao mesmo tempo que o convite para formar par romântico de Sandy em Estrela-Guia surgiu como uma “salvação” para Fontes, isso também se tornou uma espécie de “maldição” para a sua carreira, já que, por coincidência, o ator não teve grandes trabalhos mesmo após ficar marcado por dar o primeiro beijo na estrela em folhetins.

Veja também: Faustão soltou o verbo e foi sincero com Silvio Santos: “A Globo me quer longe”

“É a mesma coisa que ser convidado pra dançar pela moça mais bonita da festa. Tinha aquela história da ansiedade pelo primeiro beijo dos personagens. Demorou quase 50 capítulos pra darem esse beijo. Uma expectativa muito grande”, declarou Fontes.

A brincadeira sobre a “maldição” após o beijo foi feita pelo próprio ator, em uma recente participação no podcast Papagaio Falante. “Você sabe que aconteceu uma coisa curiosa… sem desmerecer os convites de tudo o que eu fiz de lá para cá, mas depois do beijo da Sandy… só corno! Só fiz corno! Só fiz mijão e corno”, brincou o ator, que está afastado das novelas desde 2019, quando esteve em Órfãos da Terra.

Autor(a):