SBT já tentou produzir sua própria versão de Chaves; saiba porque ideia nunca foi para frente


SBT já pensou em produzir versão de Chaves. (Foto: reprodução/Montagem)
SBT já pensou em produzir versão de Chaves. (Foto: reprodução/Montagem)

SBT já tentou produzir sua própria versão de Chaves, mas ideia nunca foi para frente

Por anos, Chaves se tornou um verdadeiro sucesso no SBT, sendo uma opção segura para garantir bons índices de audiência, mesmo com as exibições repetitivas. Entretanto, os fãs da série mexicana devem saber que, inicialmente, a atração quase foi rejeitada pela emissora de Silvio Santos.

Em 1981, quando ainda era chamada de TVS, a emissora buscava novos programas estrangeiros para complementar sua grade de programação. Foi então que se interessou pelo pacote oferecido pela Televisa, que incluía diversas novelas, além de Chaves.

No entanto, a simplicidade da produção e o humor ingênuo da série foram considerados pelos diretores do SBT e pelo próprio Silvio Santos como motivos para rejeitar a atração. Ainda assim, a Televisa só aceitava negociar o pacote completo, o que incluía a exibição de Chaves.

Apesar de ter comprado todo o pacote, o SBT não tinha planos de transmitir Chaves. Foi somente após ouvir a opinião de José Salathiel Lage, que comandava o núcleo de dublagem da emissora, que Silvio Santos mudou de ideia. Lage afirmou que a simplicidade do humor e as características dos personagens poderiam conquistar o público brasileiro.

Assim, a série foi inicialmente exibida dentro do programa do palhaço Bozo e, aos poucos, ganhou sua própria faixa de horário, consolidando-se como uma mania nacional.

Elenco de Chaves. (Foto: reprodução/internet)
Elenco de Chaves. (Foto: reprodução/internet)

Silvio Santos tentou produzir série no Brasil

No final dos anos 1990, Chaves alcançou seu auge de sucesso e ficou ainda mais popular quando Carlos Villagrán, o intérprete do Quico, visitou o Brasil, causando grande comoção entre os fãs.

Empolgado com a repercussão da série, Silvio Santos cogitou a ideia de produzir uma versão brasileira da atração. Em 1997, enviou representantes do SBT ao México para discutir a possibilidade diretamente com Roberto Gómez Bolaños, criador e estrela de Chaves.

A ideia seria produzir esquetes que seriam escritas pelo próprio Bolaños. No entanto, o comediante já havia sido sondado por outras estrelas brasileiras, como Xuxa e Pelé, para realizar parcerias, e acabou rejeitando a proposta do SBT, alegando falta de tempo para escrever algo novo.

Com isso, o projeto foi deixado de lado, e o SBT só produziria sua própria versão de Chaves em 2011, como um especial para comemorar os 30 anos da emissora. A atração contou com a participação de diversas estrelas da casa, como Ratinho, Lívia Andrade, Zé Américo, Carlos Alberto de Nóbrega e Alexandre Porpetone.