Segredo que Galvão Bueno guardou por tantos anos foi revelado e agora sabemos o porquê


Galvão Bueno possui relíquia no meio do quintal (Foto Reprodução)
Galvão Bueno (Foto Reprodução/ Globo)

Galvão Bueno guardou segredo a sete chaves e agora você vai descobrir qual é

Galvão Bueno é o maior narrador esportivo da história. Contratado da Globo há muitas décadas, todo mundo sabe que o famoso tem uma relação muito próxima com esportes em geral, mas Galvão Bueno também tem os seus segredos.

Poucos sabem, mas no quintal de sua residência nos deparamos com um item muito único e significativo, estamos nos referindo a McLaren que foi utilizada pelo piloto mais importante da nossa história, Ayrton Senna. Tal item vale algo em torno de R$5 milhões.

Galvão Bueno e sua relíquia (Foto: Reprodução)
Galvão Bueno e sua relíquia (Foto Reprodução)

Há alguns anos, Luca, filho do narrador, fez um vídeo para seu canal no YouTube em que é possível ver imagens de tal relíquia. Na ocasião, o jovem não deu muitos detalhes sobre o veículo, mas é claro que o objeto chamou a atenção do público.

Quando completou 70 anos, Galvão Bueno publicou um vídeo agradecendo os fãs pelas mensagens de carinho e, na gravação, surgiu sentado na réplica do carro que foi usado por Ayrton Senna em sua última disputa vencida no Autódromo de Interlagos, em 1993.

Galvão Bueno em réplica de carro de Ayrton Senna (Foto: Reprodução/Instagram)
Galvão Bueno em réplica de carro de Ayrton Senna (Foto Reprodução/Instagram)

A Amizade de Ayrton e Senna

Recentemente, Galvão Bueno lançou um podcast chamado “Podfalar, Galvão”, onde conta histórias inéditas sobre suas relações de amizade com nomes importantes do esporte brasileiro, como Ayrton Senna, além de suas experiências com coberturas eventos mundiais de “Copa do Mundo”, “Olimpíadas” e “Fórmula 1”.

Em um dos episódios, o jornalista esportivo falou sobre o ex-piloto, que faleceu em um grave acidente em 1994. Emocionado, o narrador deu um depoimento onde recordou o momento em que chegou ao hospital na Itália e foi informado sobre o estado de saúde do amigo.
Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)
Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)
Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)
Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)

“Eu vi o Gerhard Berger (companheiro de Ayrton Senna na McLaren em 1991 e 1992) esperando o helicóptero. Ele me chamou, fez um sinal balançando os braços e disse: “Acabou”. Nós fomos (para o hospital) no helicóptero. O Braguinha colocou a mão na minha perna e falou: ‘É, Galvão… Acabou a graça’. Nunca mais ele foi numa corrida” – Disse Galvão Bueno, que continuou:

“Quando nós chegamos no hospital, o Dr. Sid Watkins nos chamou numa sala e disse: “Não há o que fazer. O coração bate, mas ele está morto, com morte cerebral. Mas se isso serve de algum consolo para vocês, posso garantir que ele não está sofrendo porque não está sentindo nada. Ele já se foi” – Declarou.

Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)
Galvão e Ayrton eram muito amigos (Foto Reprodução/Internet)

Ayrton Senna correu na F1 entre 1984 e 1994 e é considerado o melhor piloto brasileiro da história. O esportista foi tricampeão da categoria e conquistou títulos em 1988, 1990 e 1991, pela McLaren. Ele ainda passou pela Toleman Williams.

Ayrton ainda é considerado um dos maiores pilotos de todos os tempos, ao lado de Michael Schumacher, Lewis Hamilton e Alain Prost. Quando faleceu, era o piloto com mais pole positions também.

 Galvão Bueno deixou uma mensagem emocionante ao amigo Ayrton Senna no encerramento da matéria especial que o “Globo Repórter” fez em 1994, para homenagear o nosso eterno campeão das pistas.

Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....