Taís Araujo ficou com medo da carreira acabar após fracasso em Viver a Vida


Taís Araujo em entrevista (Foto: Reprodução/Internet)
Taís Araujo em entrevista (Foto: Reprodução/Internet)

A atriz Taís Araujo compartilha seu medo de que sua carreira pudesse terminar devido ao fracasso de sua participação em Viver a Vida

Taís Araujo, uma atriz talentosa e respeitada em território brasileiro, desempenhou o papel de Helena na novela “Viver a Vida” (2009), exibida na principal faixa de horário da Rede Globo.

+ Diretor da Globo responde definitivamente sobre convite a Rachel Sheherazade para o BBB 24

No entanto, a trama que envolvia sua personagem não atingiu as expectativas do público, o que a levou a enfrentar críticas tanto da mídia quanto dos telespectadores. Durante esse período desafiador, Taís admitiu que chegou a temer pelo futuro de sua carreira.

+ Sidney Sampaio enfrenta sequelas após se jogar de janela de hotel e tem situação exposta

Em uma entrevista concedida ao programa “Assim Como a Gente,” apresentado por Fátima Bernardes no canal GNT, Taís compartilhou como não pôde evitar ser afetada pelos ataques que enfrentou durante a exibição da novela.

A atriz vivenciou inseguranças em relação ao destino de sua carreira e temeu que esta pudesse estar chegando ao fim. Apesar da recepção negativa, Taís enxerga essa fase como um ponto de viragem crucial em seu crescimento e amadurecimento profissional.

Taís Araujo interpretou Helena em "Viver a Vida" (Foto: Divulgação/ Globo)
Taís Araujo interpretou Helena em “Viver a Vida” (Foto: Divulgação/ Globo)

A trajetória de Taís Araujo na Rede Globo teve início em 1997, e seu primeiro papel de protagonista na emissora aconteceu em 2004, na novela “Da Cor do Pecado.”

Durante essa fase, ela recordou as dificuldades que enfrentou devido à discriminação racial que vivenciou naquela época. “Existiam muitas revistas na época. Eu fiz uma ou duas capas, e minhas colegas faziam uma por mês”, contou.

+ Abalada, suposta filha de Leonardo expõe apelo e faz desabafo: “Não acabe com a minha vida”

Dira Paes, também convidada do programa, destacou a escassez de representatividade da região amazônica na televisão e a importância de abrir espaço para essa diversidade: “Esse tipo de representação é pouco comum e raramente explorada pela mídia. Acredito que estamos na vanguarda desse movimento. É um lugar que me enche de orgulho.”

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.