Você sabia? Título da Praça é Nossa foi uma provocação de Carlos Alberto de Nóbrega a outro canal


Elenco de A Praça é Nossa. (Foto: Reprodução/SBT)
Elenco de A Praça é Nossa. (Foto: Reprodução/SBT)

Existe uma curiosidade por trás do título da Praça é Nossa no SBT

Há 35 anos, a televisão brasileira e a emissora de Silvio Santos contam com um dos programas mais longevos da TV: A Praça é Nossa. Embora o nome do humorístico comandado por Carlos Alberto de Nóbrega seja familiar para muitos, talvez você nunca tenha se perguntado sobre a origem do título.

Apesar do nome parecer autoexplicativo, a história de A Praça é Nossa começou muito antes da sua estreia no SBT. Em 1987, a Bandeirantes decidiu resgatar o antigo formato da Praça da Alegria, criado por Manuel de Nóbrega em 1956, e contratou Carlos Alberto para comandar o programa. A atração, intitulada Praça Brasil, estreou em 27 de março daquele ano, seguindo os moldes da Praça da Alegria.

No entanto, apenas duas semanas depois, Carlos Alberto e grande parte do elenco deixaram a Bandeirantes para integrar a programação do SBT, que na época ainda se chamava TVS. Embora muitos tenham especulado que a mudança tenha ocorrido devido a questões financeiras, a troca pode ter sido motivada por laços pessoais, já que Silvio Santos era amigo próximo de Manuel de Nóbrega, pai de Carlos Alberto.

Carlos Alberto de Nóbrega e Nair Bello em Praça Brasil, na Band. (Foto: reprodução/Band)
Carlos Alberto de Nóbrega e Nair Bello em Praça Brasil, na Band. (Foto: reprodução/Band)

Provocação à Band

A Bandeirantes não aprovou a decisão e acusou Carlos Alberto de não cumprir com seus compromissos. Mesmo assim, a emissora manteve o programa no ar, com parte do elenco, mas com um novo nome e formato: Só Riso na Praça, com Moacyr Franco assumindo a apresentação.

Enquanto isso, Carlos Alberto levou o formato da Praça para o SBT e o batizou de A Praça é Nossa, uma provocação à Band. O programa estreou em 7 de maio de 1987, e até contou com a participação de Silvio Santos em uma das raras entrevistas concedidas pelo apresentador.

Enquanto a atração da Bandeirantes ficou no ar apenas até o fim de 1988, A Praça é Nossa segue em exibição até hoje, consolidando sua posição como um dos programas de humor mais queridos e duradouros da televisão brasileira.