Perda do braço em acidente e surdez: Últimos dias de ator da “Praça é Nossa” foram de cortar o coração


Ator da "Praça é Nossa" teve triste desfecho (Foto: reprodução, SBT)
Ator da "Praça é Nossa" teve triste desfecho (Foto: reprodução, SBT)

Querido ator da “Praça é Nossa” passou por situações críticas pouco antes de sua morte

“A Praça É Nossa”, liderado por Carlos Alberto de Nóbrega, é um dos principais programas de comédia da TV brasileira.

Além do apresentador experiente, o programa também apresenta um elenco de comediantes talentosos. Uma dessas estrelas é Aloísio Ferreira Gomes, ou Canarinho, falecido em 2014.

Ele foi convidado para participar de um antigo programa de comédia na Globo e logo caiu nas graças do público. Em 1987, ele retornou aos programas de comédia ao lado de Carlos Alberto no SBT.

Canarinho interpretou vários personagens, mas sua participação mais marcante foi como o Homem do Telefone.

Infelizmente, os últimos meses de vida de Canarinho foram difíceis. Ele sofreu um acidente trágico e perdeu um braço, além de sofrer de perda auditiva.

Em 2014, ele morreu aos 86 anos de um infarto. Sua morte causou tristeza a amigos, familiares e fãs que acompanharam sua carreira no humorístico “A Praça É Nossa”. Canarinho foi um comediante talentoso que fez o Brasil rir com suas performance hilárias.

Aloísio Ferreira Gomes, Canarinho
Aloísio Ferreira Gomes, Canarinho

Legado inesquecível e perda irreparável no humor

Entretanto, ele era amado por seus colegas de trabalho e era considerado como um irmão por Carlos Alberto. Sua morte foi uma perda significativa para o mundo do humor brasileiro.

Dessa forma, apesar da carreira de Canarinho ter começado com sua participação em um antigo programa de comédia na Globo, ele realmente brilhou ao lado de Carlos Alberto no SBT.

Assim, seu personagem mais famoso, o Homem do Telefone, lembrado com carinho até hoje. Além disso, ele também participou de outras séries, filmes e novelas, mostrando sua versatilidade como ator.

Canarinho foi uma das grandes estrelas do programa “A Praça É Nossa” e deixou um legado de comédia inesquecível.

Sua morte foi uma perda significativa para a indústria do entretenimento e para aqueles que tiveram a sorte de conhecer seu talento, especialmente nas décadas de 90 e 2000, onde a TV ainda reinava no entretenimento.

Aloísio Ferreira Gomes, Canarinho
Aloísio Ferreira Gomes, Canarinho
Bruna Alves

Autor(a):

Bruna Alves

Eu sou Bruna Alves, redatora de notícias da televisão e celebridades desde 2016, com passagens em alguns sites da área ao logo desse tempo. No FATOS DA TV, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, relembrando acontecimentos passados da TV e dos famosos, mas também deixando os leitores atualizados com assuntos da atualidade.