Últimas Notícias

Velório de ator da Globo que morreu precocemente foi marcado por tumulto e pancadaria: “Vermes”


Ator Irving São Paulo morreu precocemente. (Foto: reprodução)

O ator Irving São Paulo foi um dos talentos mais promissores da Globo no final dos anos 1980 e início dos anos 1990, mas acabou morrendo de forma precoce depois de um período afastado da TV.

Ele estrou na telinha em 1982, com apenas 18 anos, em Final Feliz. Depois, esteve em Champagne (1983), até que, a partir de 1988, engatou uma sequência de trabalhos, como Bebê a Bordo, Vida Nova (1988), O Sexo dos Anjos (1989), A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990) e Perigosas Peruas (1992).

Seus papéis de maior destaque vieram na sequência, em Mulheres de Areia (1993), onde interpretou Zé Luiz, e em 1994, quando deu vida à Zeca na nova versão de A Viagem. Após isso, no entanto, ele passou a ter menos oportunidades na TV, fazendo apenas pequenas participações em folhetins como Por Amor (1997), Torre de Babel (1998), Estrela-Guia (2001), A Padroeira (2001) e Sabor da Paixão (2002), que acabou sendo sua última novela. A despedida do ator da telinha ocorreu na minissérie Um Só Coração (2004).

O ator Irving São Paulo. (Foto: reprodução)
O ator Irving São Paulo. (Foto: reprodução)

Confusão em velório do ator

Em julho de 2006, Irving São Paulo foi internado em um hospital do Rio de Janeiro com um quadro grave de pancreatite. O ator chegou a ser submetido a cirurgias, mas não resistiu e acabou falecendo em 10 de agosto, com apenas 41 anos.

A morte precoce do famoso chamou a atenção da imprensa, que marcou presença no seu velório, mas isso acabou causando tumulto e confusão com envolvimento de amigos e familiares de Irving, que se revoltaram com o suposto comportamento invasivo dos profissionais em um momento de luto. Equipes de jornalistas chegaram a ser agredidas e alguns dos seus equipamentos foram quebrados.

Veja também

“Vocês são sanguessugas, uns vermes”, chegou a gritar o irmão de Irving, Ilya São Paulo, que também é ator. Amigo da família, Romeu Evaristo explicou o motivo da revolta: “A família está magoada, até porque o Irving teve poucas oportunidades na carreira de uns tempos para cá”.

Autor(a):