Astro da Globo foi parar nas ruas e relato chocou o Brasil: “Os caras lá se prostituindo”


Gloria Pires, o apresentador e Julio Andrade no "Que história é essa Porchat" (Foto Reprodução/Gshow)
Gloria Pires, Manoel Soares e Julio Andrade no "Que história é essa Porchat" (Foto Reprodução/Gshow)

Estrela da Globo já foi morador de rua e precisou ser segurança para sobreviver

Despontando de maneira brilhante nas manhãs da Globo, Manoel Soares tem mostrado cada vez mai talento e desenvoltura, provando que está no lugar certo.

Ao lado de Patrícia Poeta, ele faz o programa “Encontro” ter ainda mais sucesso com sua energia vibrante, que cativa cada vez mais o público, porém, o apresentador tem um passado de muita luta e persistência.

Manoel Soares é um dos apresentadores mais queridos das manhãs da Globo (Foto Reprodução/Internet)
Manoel Soares é um dos apresentadores mais queridos das manhãs da Globo (Foto Reprodução/Internet)

Em entrevista ao “PodPah”, ele recordou seu passado e falou o que fazia antes de conseguir essa oportunidade em uma das maiores emissoras do país.

+Atriz da Globo morreu tragicamente após desgraçar carreira ao ser presa por roubo: “No desespero”

De início, Manoel Soares revelou que já chegou até a morar na rua:

“Por volta de 1999, o emprego que a gente recebeu caiu, a gente ficou sem nada. Meu irmão, que tinha ido junto comigo, voltou e eu virei morador de rua. Tinha 19 para 20 anos” – Revelou Manoel

Manoel Soares em entrevista para o "PodPah" (Foto Reprodução/Youtube)
Manoel Soares em entrevista para o “PodPah” (Foto Reprodução/Youtube)

O apresentador ainda revelou passagens bem pesadas aonde ele teve que se sujeitar a situações ainda mais complicadas:

“Na zona norte tinha um viaduto e comecei a dormir ali. Deitava ali umas 11 horas da noite, 5 horas da manhã os caminhões já começavam a roncar, você já levantava e dava uma ajeitada. Fiquei uns quatro meses nessa pele”.

Ele ainda disse que uma das formas que encontrou para se sustentar, foi sendo seguranças dos travestis da região aonde estava:

“Na noite, você acaba descobrindo formas de se sustentar. Tinha uns travestis na rua da frente que ninguém cuidava ‘deles’. Os homofóbicos iam lá, tacavam pedra ‘neles’ e tal. ‘Eles’ me chamaram para, se alguém fizesse alguma coisa com ‘eles’, era para eu correr atrás dos caras” – Frisou Manoel

Manoel Soares e Patrícia Poeta no "Encontro" (Foto Reprodução/Globo)
Manoel Soares e Patrícia Poeta no “Encontro” (Foto Reprodução/Globo)

Manoel ainda completou expondo um pouco mais sobre a sua situação:

“Eu era segurança de travestis na noite. ‘Os caras’ lá se prostituindo, na rua Francisco Trein, ficava um pouco mais à frente… A gente está falando de um cara de 20 e poucos anos, negão, grandão, sem nenhuma malícia de vida”.

Mas, mesmo depois de todas essas dificuldades, ele conseguiu se reerguer  e hoje é um apresentador de sucesso na Globo. Ele começou seu trabalho na TV pela RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul e em dado momento foi chamado por Fátima Bernardes para trabalhar no “Encontro”.

Fátima Bernardes foi quem chamou Manoel para fazer parte do "Encontro" na época em que ela era a apresentadora do programa (Foto Reprodução/Internet)
Fátima Bernardes foi quem chamou Manoel para fazer parte do “Encontro” na época em que ela era a apresentadora do programa (Foto Reprodução/Internet)

 

Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....