Globo, à beira do colapso, vende histórica sede no Rio para se transformar em condomínio de luxo


Sede da Globo no RJ é vendida (Foto: Divulgação/Globo)
Sede da Globo no RJ é vendida (Foto: Divulgação/Globo)

Após prejuízo, Globo vende sede histórica no Rio para se tornar condomínio

A Globo, discretamente, vendeu um de seus edifícios históricos, localizado no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pelo site Notícias da TV.

+ Apresentador não se cala e expõe tristeza por demissão do SBT: “Queria ficar 15 anos”

O imóvel, que funcionou como sede administrativa da empresa desde sua fundação, está destinado a se tornar um complexo residencial. A pré-venda das unidades já está em andamento, com os valores mantidos em sigilo pelos corretores imobiliários.

O edifício, situado na Rua Jardim Botânico, 266, encontra-se próximo à sede onde a Globo produz programas jornalísticos, esportivos e o canal de notícias GloboNews. Este local continua sob posse da emissora e abriga os estúdios do Jornal Nacional e do Fantástico.

+ Astro de O Rei do Gado vive isolado e aceitou fazer novela com uma condição: “Não devo voltar tão cedo”

Ao ser procurada para comentar sobre a venda, a Globo emitiu um comunicado afirmando que a negociação faz parte do processo de unificação dos negócios no âmbito do programa Uma Só Globo. O prédio em questão estava desocupado desde agosto de 2022.

Desde a fundação da Globo em 1965, o edifício abrigou os departamentos de marketing, assessoria de imprensa e área comercial. Entretanto, em janeiro de 2019, a empresa decidiu realocar suas operações para prédios alugados na Barra da Tijuca e para uma estrutura mais moderna no próprio Jardim Botânico.

Venda do imóvel

Incerta sobre o destino do imóvel, a Globo optou por vendê-lo a uma imobiliária. Esta, por sua vez, planeja converter o espaço em apartamentos de um quarto e estúdios, disponíveis para locação de longa duração ou temporária. O empreendimento, composto por 133 unidades, será denominado Residencial Edifício Rede Globo.

Emissora decide vender de histórica para virar condomínio (Foto: Reprodução)
Emissora decide vender de histórica para virar condomínio (Foto: Reprodução)

Segundo o anúncio, o novo complexo residencial promete ser uma opção atraente para quem busca investimentos de alta liquidez e rentabilidade, além de oferecer infraestrutura completa, segurança e tecnologia. A localização privilegiada no coração do Jardim Botânico, uma região nobre do Rio, sugere que o Residencial Edifício Rede Globo pode se tornar um dos principais empreendimentos do local.

Os preços dos apartamentos estão sob consulta e devem ser anunciados a partir de julho. Clientes interessados podem entrar em uma lista de prioridades.

Prejuízo milionário

A venda ocorre após a Globo registrar perdas financeiras em 2022. O Ebitda, indicador que mostra o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, ficou negativo em R$ 41 milhões. Entre os principais fatores contribuintes, destaca-se a liquidação dos direitos da Copa do Mundo do Catar.

Globo enfrenta situação complicada (Foto: Reprodução)
Globo enfrenta situação complicada (Foto: Reprodução)

+ Sem permissão para estar no ar e crise: a emissora de TV que acabou sendo obrigada a encerrar transmissões 

 Embora a emissora tenha lucrado mais de R$ 1 bilhão com a venda das cotas de patrocínio do torneio, os custos de transmissão foram elevados, em decorrência de uma renegociação contratual com a FIFA. Além disso, no último ano, a Globo investiu R$ 5 bilhões na produção de conteúdo, incluindo salários de atores e equipe, e R$ 1,5 bilhão em tecnologia.

Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.