Walcyr Carrasco foi ameaçado por autor após mudar novela na Globo: “Eu vou dar porrada”


Walcyr Carrasco, autor de sucessos na Globo (Foto: Divulgação)
Walcyr Carrasco, autor de sucessos na Globo (Foto: Divulgação)

Benedito Ruy Barbosa contou que quis agredir Walcyr Carrasco

Vista como uma das tramas mais complicadas da história da Globo, Esperança (2002), provocou uma grave crise interna, que poderia até ter feito seus novelistas se agredirem. Benedito Ruy Barbosa, que criou o folhetim, teve de se afastar da produção e a novela passou a ser escrita por Walcyr Carrasco. O problema é que o autor original não gostou do resultado.

+ Priscila Fantin, de Chocolate com Pimenta, se afastou das novelas por motivo preocupante

Muitos pensaram que no começo a trama seria a continuação de Terra Nostra (1999), também com autoria de Benedito Ruy Barbosa. Houve até artistas que participaram das duas obras, mas em personagens diferentes.

Produção sofreu atraso

Benedito esclareceu ao jornal O Globo, na época, que achava estar 10 capítulos à frente, porém os episódios eram alongados e reeditados, o que ocasionou seu atraso na escrita da obra. O elenco, por sua vez, foi obrigado a trabalhar de forma árdua.

“Eu não queria que a novela fosse ao ar junto com a Copa do Mundo [de 2002, da Coreia do Sul e do Japão] e o horário político. Achei que me prejudicaria. Mas teimaram e fizeram mesmo assim. Além disso, minha mãe estava doente. Eu deixava de escrever para ir ao hospital, voltava para casa chocado, tentava escrever. Foi ficando muito difícil para mim até que, um dia, resolvi parar”, apontou Benedito Ruy Barbosa.

+ Vera Fischer foi expulsa de novela após brigas e ficou revoltada: “Não quero mais saber da Globo”

Benedito e suas filhas, que colaboravam com ideias e revisão de textos, deixaram a trama por conta de Walcyr Carrasco que foi auxiliado por Thelma Guedes.

O ator Benedito Ruy Barbosa (Foto Reprodução)
O ator Benedito Ruy Barbosa (Foto Reprodução)

Autor quis agredir colega de emissora

Para a imprensa, Walcyr Carrasco prometeu ser fiel ao que estava previsto para ocorrer na trama, entretanto, não foi isso que aconteceu. O novo autor alterou muitas coisas na novela. A audiência cresceu levemente e fez a produção escapar do título de mais baixa da faixa até então.

“Quando ele assumiu a novela, deixei de assistir. Se visse, queria bater nele. Na época, liguei para o Mário Lúcio Vaz [então diretor artístico da Globo] e disse: ‘Avisa o Walcyr que, quando eu encontrar com ele, eu vou dar porrada, entendeu?’. Ele simplesmente acabou com minha novela. Não terminou como eu queria. Depois, mandou uma carta pedindo desculpas. Coitado! No fim, tudo terminou bem”, relatou o autor original.

Mesmo com os problemas, Esperança foi concluída por Carrasco em fevereiro de 2003, com 209 capítulos e, em seguida, veio Mulheres Apaixonadas, de Manoel Carlos, que teve trajetória melhor na audiência.

Novela Esperança espantou o público da Globo (Foto: Divulgação)
Novela Esperança espantou o público da Globo (Foto: Divulgação)
Hudson William

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.