Atriz da Globo escondeu filho adotivo de todos e os motivos vieram à tona anos depois


Elenco de "Cinquentinha" na Globo (Foto Reprodução/Internet)
Elenco de "Cinquentinha" na Globo (Foto Reprodução/Internet)

Uma grande atriz da Globo, que despontou em muitos sucessos nas telinhas do Plim Plim, precisou esconder o filho e o motivo foi surpreendente

Considerada um dos grandes nomes da dramaturgia brasileira, após elencar em muitas produções, da Globo, a atriz Maria Padilha tem uma história às escondidas que ao ser revelada causou surpresa entre fãs e admiradores.

Maria Padilha, Ney Latorraca e Eva Todor em "O Cravo e a Rosa" (Foto Reprodução/Internet)
Maria Padilha, Ney Latorraca e Eva Todor em “O Cravo e a Rosa” (Foto Reprodução/Internet)

Há 10 anos, Maria Padilha que sempre sonhou em ser mãe, realizou o desejo e adotou um bebê que estava apenas com seis meses de vida. Porém, o processo até adquirir a guarda do menino não foi nenhum pouco fácil, fazendo com que ela precisasse  esconder a criança, visto que qualquer erro poderia atrapalhar o processo de adoção.

Autor quase arruinou casamento de Tony Ramos por causa de novela: “Precisa trabalhar”

Durante uma entrevista ao site Purepeople, há um tempo atrás, a estrela de ‘O Cravo e a Rosa” falou sobre a situação: “Estou muito feliz, claro, mas é uma situação complicada. Não posso falar muito, pois ainda estou com a guarda provisória.” – Disse ela que continuou

Maria Padilha em "O Cravo e a Rosa" (Foto Reprodução/Internet)
Maria Padilha em “O Cravo e a Rosa” (Foto Reprodução/Internet)

“Para conseguir a definitiva, tenho que esperar de seis meses a um ano. Como não posso expor muito ele, evito sair junto para não ser fotografada, mas quando passar a parte burocrática, poderei aproveitar mais” – Acrescentou a atriz.

Após o cumprimento de tudo que havia sido estabelecido pela lei, a famosa pôde finalmente respirar aliviada quando conseguiu a guarda definitiva:

“É um alívio poder circular livremente! Os trâmites envolvem muitas questões e nós não queríamos correr o risco de perder Manoel.” – Comentou ela ainda em entrevista

“Adotar uma criança não é como ir ao supermercado e escolher uma na prateleira. Tem que se ter muito amor e dedicação” – Frisou a atriz 

Maria Padilha e o filho (Foto Reprodução/Internet)
Maria Padilha e o filho (Foto Reprodução/Internet)
Lennita Lee

Autor(a):

Lennita Lee

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ....